Está considerando a ideia de fazer um clareamento dental para deixar seus dentes ainda mais bonitos e brilhantes? Pois bem, são muitas as dúvidas que podem surgir em pacientes que procuram o procedimento. Uma delas é em relação a dor que se pode sentir durante o processo, e de que forma isso acontece. Mas não há por que ficar com medo: tudo tem uma solução. O ortodontista Djalma Faria conversou com o Sorrisologia e falou um pouco mais sobre o assunto para tirar eventuais dúvidas.

É comum o paciente sentir dor ao fazer clareamento?

Um dos receios que a maioria das pessoas tem antes de realizar qualquer tipo de procedimento é em relação a dor que elas possivelmente vão sentir durante o processo. Segundo o dentista, é muito comum quadro de dores ao clarear os dentes. Ele explica: “Dependendo da concentração do gel clareador e do tempo de uso, essa dor aumenta ou diminui. Mas é bem comum o paciente reclamar que está tendo sensibilidade ao fazer o clareamento dental”.

Essa dor pode ser associada ao uso incorreto da moldeira? Por que?

É uma possibilidade. Para evitar que esse tipo de situação aconteça, o dentista orienta: “A moldeira deve estar bem adaptada, para que não machucar a gengiva e não ocorrer extravasamento do material clareador para outras partes da boca.” Mas vale lembrar que muitas vezes a dor também pode ser associada ao uso do gel clareador, como foi dito anteriormente. Essa relação é dada porque, uma vez que o gel entra em contato com o dente, ele penetra pelo esmalte indo em direção aos canalículos dentinários (tecido abaixo do esmalte). Como a região é muito inervada, qualquer sensação de frio ou calor pode provocar dor na região, de acordo com o especialista. Mas além disso, ele também ressalta que o uso incorreto da moldeira pode sim trazer certos incômodos ao paciente.

Paciente com sensibilidade dentária pode fazer clareamento dental caseiro?

Quem possui dentes sensíveis, pode ficar tranquilo! Conforme Djalma indica, pacientes com sensibilidade dentária podem sim realizar o tratamento. “Para isso, basta adequar a concentração correta de gel clareador para cada caso e lançar a mão de gel regenerador diário, eliminando ou reduzindo consideravelmente a sensibilidade dentária”, orienta.

A explicação para isso é simples: tais cremes dentais possuem componentes a base de potássio, responsáveis por “cortar” a resposta dolorosa que o cérebro envia. Entretanto, vale lembrar que o uso desses géis é diário, e se o paciente deixar de usá-lo, a dor pode voltar.

Se o paciente sentir dores, o mais indicado é parar o tratamento? Veja como aliviar isso

É claro que ninguém merece ficar sentindo dor, né? Mas abandonar o tratamento não é necessário, nesse caso. Até mesmo porque, segundo o dentista, existem técnicas modernas que controlam a sensibilidade dentária. Quanto a possíveis alternativas para aliviar as dores, o profissional orienta: “Primeiramente o paciente deve informar ao dentista sobre essa sensibilidade. Então, o especialista poderá analisar o caso e, possivelmente, indicará o uso de gel regenerador diário que trará mais conforto ao paciente “

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Djalma Faria - Ortodontista e Especialista em Visagismo Facial
Campinas - SP
CRO-SP: 59104