O aparelho ortodôntico fixo sozinho não faz milagres. Com ele, existem acessórios que auxiliam no tratamento e fazem a movimentação necessária para corrigir os problemas dentais. Entre eles, está a famosa borrachinha, ou ligadura elástica. Inocentes em um primeiro olhar, essas pecinhas que colorem o sorriso são muito importante no tratamento ortodôntico. “A função primordial das ligaduras é fazer força no fio dentro da canaleta do braquete, ou seja, é a ligadura que ‘aperta’ o aparelho, dando início assim à movimentação ortodôntica”, explica o ortodontista Robson Caumo.

Muito comum entre os pacientes com aparelhos ortodônticos, o acúmulo da placa bacteriana pode ser uma porta para muitas doenças bucais. Esses pacientes precisam ter ainda mais cuidados, já que esse acúmulo é sim facilitado devido à presença dos outros acessórios. Mas, é verdade que a borrachinha pode também acumular a placa? Robson é quem responde e comenta mais sobre o assunto.

O que é a placa bacteriana?

Chamada também de biofilme, a placa bacteriana é uma leve camada de bactérias situada logo em cima dos dentes. A placa é decorrente da junção de restos de alimentos e microrganismos. Por parecer inofensivo, muitas pessoas não tomam os cuidados necessários com esse problema bucal, que pode se desenvolver futuramente para alguma complicação maior.

Os pacientes que utilizam aparelhos ortodônticos devem ter ainda mais cuidados com a placa bacteriana, já que a borrachinha pode sim propiciar quadros como esse. Robson explica que isso acontece por dois motivos. Primeiro, as borrachinhas são mais um lugar físico para as bactérias se fixarem. ”Outro fator é a degradação da ligadura pelos ácidos presentes na boca, o que leva a uma corrosão da mesma com o tempo, criando novos locais onde as bactérias colonizam”, completa.

É possível contrair alguma doença por causa desse acúmulo?

A presença dessa camada pode ser muito prejudicial à saúde bucal do paciente. Além do mau cheiro nas borrachinhas, as placas bacterianas também podem dar início a outros problemas bucais. “Surgimento de cáries ao redor dos braquetes e gengivite, que pode evoluir para uma periodontite em casos crônicos”, alerta.

Como a higiene bucal pode evitar que isso aconteça?

Para evitar o acúmulo de placa bacteriana nas borrachinhas do seu aparelho dentário, o ortodontista indica aumentar o número de vezes que o paciente escova os dentes. “Se escovava duas vezes ao dia, passe a escovar quatro ao dia, se escovava três vezes ao dia, passe a escovar cinco ao dia, mas sem pressa, fazendo a correta e suficiente escovação dos dentes e do aparelho ortodôntico”, indica.

Que ferramentas acabam com o acúmulo de placa bacteriana?

O ortodontista aconselha seus pacientes escovarem os dentes sempre após qualquer refeição, usando os acessórios disponíveis e indicados pelos ortodontistas. “Nisso incluímos a escova dental normal do dia a dia, a escova interdental, que limpa os cantinhos do aparelho, o passa- fio (condutor de fio dental) e os enxaguantes bucais”, finaliza.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Robson Caumo - Ortodontista e Especialista em DTM
Niterói - RJ
CRO-RJ: 30043