Chegou a hora de escovar os dentinhos do seu bebê, mas aí bate a dúvida: posso usar creme dental com flúor? Papais e mamães sempre entram nessa pergunta já que os dentes ainda estão se desenvolvendo durante esse período. Mas a especialista Ana Paula Brugnera esclarece que pastas de dente com flúor são indicadas dependendo dos costumes de consumo do pequeno. Por exemplo, se houver a ingestão de açúcar, o flúor é importantíssimo na prevenção da cárie. Também é importante se atentar à concentração do elemento no creme dental, variando de acordo com a idade de seu filho. Para entender mais o assunto, a profissional explica como deve ser o uso do flúor com os primeiros dentes do bebê.

O flúor impede o aparecimento de problemas bucais

O flúor tem um importante papel na saúde bucal por seu um grande fortalecedor dos dentes. Muitos problemas bucais aparecem quando há uma descalcificação, destruindo o elemento dentário. A cárie, por exemplo, acontece quando as bactérias, naturalmente presentes nos dentes, começam a metabolizar o açúcar do restos alimentares. Assim, são liberados ácidos que provocam essa desmineralização. “O flúor consegue deixar os dentes menos susceptíveis a estes ácidos, fazendo essa proteção. Dessa forma, a bactéria precisa liberar ainda mais ácido, baixar mais o pH para conseguir desmineralizar o dente”, explica a profissional. A periodontista alerta, apesar disso, que o uso do flúor deve ser controlado, sempre com o acompanhamento de um especialista.

Bebês podem usar creme dental com flúor?

Sim, mas os papais devem ficar atentos às recomendações do produto, certificando-se sobre a idade indicada. “Os bebês até dois anos não tem indicação para uso do flúor, assim como também não devem ingerir açúcares”, alerta ela. O uso de cremes dentais com esse elemento protetor é indicado apenas quando o pequeno passa a consumir açúcar. Se isso for feito antes dos dois anos, o creme deve ser colocado na pasta no tamanho de uma porção de arroz e deve ter a concentração máxima de 1100 ppm de flúor. Dos dois ao seis anos o tamanho da porção de pasta pode ser igual ao de uma ervilha. “Já a partir de seis anos a quantidade de flúor muda para o tamanho de um feijão, e pode ser usado de 1100 a 1500 ppm de flúor”, conclui. É muito importante que esse processo seja feito ao lado de um odontopediatra, para que o profissional possa indicar o tipo de pasta de dente mais indicado.

A limpeza dos primeiros dentes no bebê deve ser feita antes de eles nascerem

Por conta da baixa imunidade e ainda desenvolvimento das camada dos dentes, os pequenos podem ficar mais sujeitos a desenvolverem problemas bucais. “As principais complicações bucais são cáries, aftas e dor com o nascimento dos dentinhos”, comenta ela. Para evitar a maioria desses quadros, é importante que os papais e mamães de plantão façam uma limpeza diária na região bucal do bebê. “A limpeza bucal deve ser feita desde antes da erupção dos primeiros dentes, com uma gaze. A partir do nascimento dos primeiros dentes, pode-se introduzir a escova dental”, indica ela. Para mais detalhes, não esqueça de levar seu pequeno a uma consulta com o odontopediatra.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Ana Paula Brugnera - Periodontista, atuando em odontopediatria, dentística, clareamento dental, implante dentário, siso, prótese e endodontia
São Paulo - SP
CRP-SP: 94994