Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
15.01.2019

Avulsão dentária: saiba o que é e como tratar

  Na maior parte das vezes, a avulsão dentária acontece em decorrência de um trauma. Você sabe o que fazer?
Na maior parte das vezes, a avulsão dentária acontece em decorrência de um trauma. Você sabe o que fazer?

Expert

Camila Stofella Sodré

Camila Stofella Sodré

CRO-RJ: 40419

Especialista em prótese dentária, Mestre em odontologia com área de concentração em reabilitação oral/ prótese pela UVA, Doutoranda em Clínica Médica pela UFRJ/ Doutoranda em Clínica Médica pela UFRJ. Mestre em odontologia com área de concentração em reabilitação oral / prótese. Especialista em prótese dentária

Todos já ouviram falar em perda de dente e também a quebra dele. Mas a avulsão dentária é quando um dente é completamente deslocado de seu alvéolo. Na prática, não há muitas diferenças, apesar do caso ser mais sério. Aqui a melhor forma de recuperar o sorriso é por meio do implante imediato. Mas, para que isso aconteça, o paciente precisa seguir algumas recomendações. Conversamos com a especialista em prótese dentária Camila Sodré para entender o que é a avulsão do dente e o que fazer quando isso acontece.

Por que a avulsão dentária é mais grave?

O caso é mais grave que a maioria das lesões dentárias por conta dos elementos perdidos com o trauma. “Há um rompimento no fornecimento do sangue para a polpa do dente”, comenta ela. Assim, as células de ligamento periodontal ficam mais expostas. Quando isso acontece, as chances de reimplantar esse próprio dente são comprometidas. Depois de muito tempo fora da boca, esses ligamentos não estão mais próprios para esse procedimento. Então, com o reimplante, pode ser que ocorra uma anquilose dentária, ou seja, quando a raiz do dente e o osso se unem naturalmente. Apesar de ser algo que o organismo possa fazer, isso pode ter altas consequências para o paciente, como a má oclusão e problemas no posicionamento dentário.

Avulsão dentária e traumatismo

O que mais causa a avulsão dentária é o trauma, como bater com os dentes em locais muito resistentes. “Isso gera um impacto aos dentes e suas estruturas, fazendo com que ele sofra um deslocamento para fora de sua cavidade do alvéolo”, completa ela. Por isso, é mais comum que isso aconteça com as crianças. “É mais comum em crianças e jovens devido às suas inúmeras brincadeiras realizadas com patins, bicicletas e até mesmo esportes”, completa.

Avulsão dentária: o que fazer?

Quanto mais rápido, melhor! Assim que o dente for avulsionado, o ideal é que o paciente procure ajuda odontológica, já que o reimplante imediato é o procedimento mais adequado para o caso. Mas se isso não for possível, é preciso se atentar às formas de armazenamento do dente. “É recomendado que o dente nunca seja mantido em meio seco, e sim sempre em meio úmido, para que se mantenha a vitalidade do ligamento periodontal”, indica ela. Em ordem de importância, os principais meios de armazenagem são:

- Solução Salina Balanceada de Hank’s (SSBH)

- Saliva

- Leite

- Água

Como tratar um dente avulsionado?

O tratamento vai depender de diferentes fatores. O profissional vai analisar o estágio de desenvolvimento da raiz do dente, o tempo em que ele foi avulsionado e como foi armazenado pelo paciente. Mas, na maioria das vezes, o caso consegue ser revertido. “É realizada a limpeza do dente pelo dentista e administração de antibióticos”, comenta ela. Depois disso, é feito o reimplante, sendo necessário usar a contenção por 2 semanas. E, por fim, o tratamento com canal, junto do acompanhamento do caso pelo especialista. No geral, é muito importante saber conservar o dente para preservar as estruturas do dente. A especialista alerta que, nos casos em que o dente ficou avulsionado e mal preservado por mais de 60 minutos, o resultado pode ser desfavorável.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Camila Stofella Sodré - Doutoranda em Clínica Médica pela UFRJ. Mestre em odontologia com área de concentração em reabilitação oral / prótese. Especialista em prótese dentária.
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 40419

Mais Matérias: Dentes
5 benefícios do flúor para saúde bucal
Dentes
5 benefícios do flúor para saúde bucal
Esqueça aquela velha história de que o flúor traz apenas prejuízos para a saúde bucal . Quando usado corretamente, o elemento químico presente em diversos produtos de higiene oral pode ser um grande aliado para cuidar do seu sorriso - sendo um dos principais agentes contra a cárie e outros problemas...
Dentes amarelados são sinal de má higienização?
Dentes
Dentes amarelados são sinal de má higienização?
É inevitável se preocupar com a presença de dentes amarelados na boca. Capaz de comprometer a estética de qualquer sorriso, a pigmentação pode estar ligada a uma série de fatores que vão desde doenças bucais, como a erosão dentária, à quadros genéticos que fogem...
Mordida profunda: veja o passo a passo do tratamento cirúrgico
Dentes
Mordida profunda: veja o passo a passo do tratamento cirúrgico
A mordida profunda é certamente um dos problemas ortodônticos mais comuns nos consultórios...
com a participação de:
Rita Ventura
CRO-RJ: 42601
Bloco de porcelana ou de platina: qual é o melhor para você?
Dentes
Bloco de porcelana ou de platina: qual é o melhor para você?
É comum lidar com o surgimento de cárie e outros problemas que podem exigir uma...
com a participação de:
Kalina Diniz
CRO-SP: 110560
Bloco ou coroa: qual a diferença entre essas duas restaurações?
Dentes
Bloco ou coroa: qual a diferença entre essas duas restaurações?
Cáries, traumas ou fraturas são alguns dos fatores que podem resultar na necessidade de uma...
com a participação de:
Kalina Diniz
CRO-SP: 110560
Meu dente quebrou, e agora? Como agir nesses casos
Dentes
Meu dente quebrou, e agora? Como agir nesses casos
Lidar com um dente quebrado está longe de ser uma tarefa fácil. Além de prejudicar a...
com a participação de:
Priscila Chagas
CRO-RJ: 39788