O que são aparelhos estéticos? São modelos ortodônticos feitos com porcelana e safira. Eles são a solução perfeita para pacientes que querem uma opção de aparelho mais discreto. Ao invés do colorido das borrachinhas do aparelho metálico, os braquetes desses modelos são mais clarinhos, parecidos com a coloração natural dos dentes. Se você está para iniciar o tratamento e tem uma preocupação maior com a estética, entenda a diferença entre eles! Conversamos com a especialista em ortodontia Mariana Rangel Benício para que ela nos explicasse em quais pontos eles são diferentes e como são a manutenção e os cuidados para cada um.

Aparelho de porcelana e safira: qual a diferença?

Ambos os aparelhos ortodônticos podem ser considerados estéticos. Diferente do metálico, tanto um quanto o outro tem braquetes, aquela peça que se adere aos dentes, de porcelana. Por isso, o aparelho fica com uma aparência bem clarinha, quase conseguindo se esconder nos dentes. Mas os dois têm suas diferenças! “O aparelho de porcelana é mais opaco, enquanto o de safira tem aspecto mais translúcido se encaixando nas diversas cores de dentes”, comenta a especialista. Um outro aspecto é que os braquetes dos de porcelana são maiores do que os de safira, ficando, assim, mais aparentes.

Além da estética, os modelos também pode se distinguir em outros aspectos. Você conhece as canaletas do aparelho? Elas são o local do braquete por onde o fio ortodôntico passa. Nos modelos feitos com safira, elas são mais lisas e, portanto, mais discretas. Mais uma diferença entre eles está na funcionalidade. “A resistência a fraturas e descolamento nos aparelhos de safira são maior que os de porcelana”, completa ela.

Para qual casa cada um é mais indicado?

Os dois tipos de aparelho podem ser recomendados para todos os pacientes. Não há um modelo mais indicado pelos profissionais, dependendo do caso. Por isso, a escolha é geralmente feita pela preferência do próprio paciente. Mas a profissional apenas alerta para o uso do fio estético, aquele que conecta os braquetes. Alguns pacientes preferem usá-lo já que não haverá a presença de nenhum metal aparente em seu sorriso. Porém, eles podem comprometer um pouco de todo o processo ortodôntico. “Esses fios geram mais atrito com os braquetes, diminuindo, muitas vezes, a velocidade do tratamento”, comenta.

Manutenção ortodôntica e cuidados são os mesmos

Com os aparelhos convencionais, de metal, a manutenção ortodôntica é feita praticamente todos os meses. Ela serve para colocar uma certa pressão para que o aparelho faça a movimentação adequada dos dentes do paciente. E com os modelos de porcelana e safira, a recomendação é a mesma!

Os cuidados também são iguais. O paciente deve se atentar a alimentos crocantes e duros, para não danificar o aparelho. Um outro cuidado é quanto à higiene. A falta de escovação e uso do fio dental pode provocar o aparecimento de bactérias na região, influenciando doenças como a cárie e a gengivite. Por isso, o paciente deve manter uma boa rotina de limpeza dos braquetes e acessórios. “Devemos ter o cuidado de escovar após todas as refeições com uma boa escova dental macia, utilizar escovas interdentais nas áreas de difícil acesso, fio dental e bochechos com solução floreada”, finaliza.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Mariana Rangel Benicio - Especialista em Odontopediatria e Mestre e Especialista em Ortodontia
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 27408