Existem estruturas que funcionam como uma opção mais discreta para aqueles pacientes que procuram um alinhamento dental perfeito. Tão eficiente quanto os aparelhos fixos, os alinhadores estéticos funcionam como um molde que movimentam gradualmente os dentes e proporcionam uma terapia mais confortável e simples para os pacientes - além de serem super discretos. Conversamos com o dentista Djalma Faria que separa as principais curiosidades e quais casos o paciente pode optar por esse tratamento. Conheça mais sobre essa técnica!

Para que servem os alinhadores estéticos?

Os alinhadores são como aparelhos removíveis, transparentes, semelhantes às plaquinhas de clareamento dental feitos sob medida. Além da questão estética, o objetivo do tratamento é dar conforto total ao paciente, pois o alinhador invisível faz correções dentárias de forma rápida e sutil. “Esse tratamento pode ser usado tanto por pacientes de dentição mista, dentes de leite e permanentes, como por adultos”, completa Djalma.

Teoricamente, não existem contraindicações para o uso dos alinhadores, apenas limitações em relação ao quadro do paciente em questão. Por isso, é sempre importante que você consulte seu dentista para saber se esse é o tratamento que mais atende a sua necessidade.

As vantagens desse modelo

As vantagens do alinhadores invisíveis em relação aos aparelhos convencionais são inúmeras. Eles podem ser retirados para comer, escovar os dentes e passar fio dental. Como não possuem fios metálicos, que podem vir a machucar a boca, eles proporcionam mais conforto e facilidade no uso. “Os alinhadores não interferem de forma alguma na fala ou estética do paciente, e o mais interessante é que são praticamente imperceptíveis, os resultados geralmente aparecem entre seis meses e um ano”, completa o dentista.

Manutenção e cuidados

A troca dos alinhadores deve acontecer de duas em duas semanas. Para garantir o sucesso do tratamento, alguns cuidados pontuais são necessários por parte dos pacientes. Veja quais são:

Limpeza: É necessário realizar uma limpeza dos dentes sempre após as refeições, esse cuidado irá fazer com que não haja resíduos entre os dentes, principalmente quando o fio dental é usado corretamente. “Manter os dentes limpos e bem escovados para evitar problemas dentários é um hábito que deve ser seguido por todos, independente de usarem os alinhadores ou não”, comenta Djalma.

Alimentação: Diferente dos aparelhos convencionais em que é preciso evitar alguns alimentos duros, a alimentação não possui de fato uma restrição. É necessário lembrar que, na hora das refeições, o aparelho deve ser removido, evitando que se quebre ou machuque a boca do paciente. “A remoção deve ser feita com cuidado e ele deve ser colocado em um local apropriado para que não haja contaminações”, completa o profissional.

Tempo de uso: É recomendado que o paciente uso o alinhador por no mínimo 20 hrs/dia. Mesmo sendo retirado nas refeições e para a higienização dos dentes, deve ser recolocado em seguida, pois quanto mais você usa, menor será o tempo de tratamento.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Djalma Faria - Ortodontista e Especialista em Visagismo Facial
Campinas - SP
CRO-SP: 59104