Dentre tantos fatores que influenciam nossa saúde, a alimentação é um deles - inclusive quando se trata da saúde dos seus dentes! Os alimentos detergentes são aqueles que contribuem para “limpar” os dentes de certa forma, o que é muito útil quando, na correria do dia a dia, não há tempo para escovar os dentes após todas as refeições. Para entender um pouco mais sobre o assunto, o Sorrisologia entrevistou a cirurgiã-dentista Daniela Balthazar. Confira!

Como a alimentação afeta a saúde bucal?

“Cada tipo de alimento influencia de uma maneira a nossa flora bacteriana natural da boca, podendo tanto contribuir quanto prejudicar nossa saúde bucal”, conta a especialista. Dessa forma, alimentos ricos em fibras - como os cereais, frutas e verduras - promovem uma limpeza nos dentes, evitando vários problemas bucais. Outro nutriente que também merece destaque é o cálcio, que ajuda a tornar os dentes mais fortes, e pode ser encontrado no leite e nos vegetais de folhas escuras, como a couve.

“Alimentos ricos em vitamina C - como o limão, laranja e a manga - também são benéficos pois ajuda na cicatrização de pequenos machucados que podem ter sido causados na boca”, destaca a profissional. Além disso, tomar bastante água também é importante para manter a hidratação da boca, estimular a salivação e ajudar a manter remover açúcares e ácidos.

Para que servem os alimentos detergentes?

Segundo Daniela, os alimentos detergentes são aqueles que auxiliam na limpeza dos dentes e da boca, ajudando a prevenir problemas de saúde como gengivite, mau hálito e cáries. “Eles ajudam na remoção de resíduos que ficam nos dentes ao mastigar. Além disso, o consumo desses alimentos aumenta a produção de saliva e o ph da boca, diminuindo a acidez e evitando a proliferação de bactérias”, explica. Alguns exemplos desses alimentos são a maçã, pêra, melancia, cenoura, acelga e pepino.

Alimentos detergentes não substituem a escovação

Apesar de ajudarem na limpeza dos dentes, os alimentos detergentes não devem ser vistos como uma alternativa para o paciente fugir da escovação. “Eles ajudam para aquelas situações esporádicas em que fazemos as refeições fora de casa e não temos como escovar os dentes logo após, mas isso deve ser uma exceção, e não a regra”, justifica. Portanto, é importante ter em mente que apenas os alimentos detergentes não dão conta da limpeza, e a escovação deve ser mantida sempre que possível, principalmente após as refeições.

6 hábitos essenciais para uma boa saúde bucal

• Escovar os dentes corretamente após as refeições , antes de dormir e ao acordar
• Lembrar-se sempre de escovar também a língua
• Passar o fio dental diariamente
• Ter uma alimentação balanceada e evitar o consumo excessivo de doces
• Nunca usar os dentes para abrir objetos ou quebrar alimentos duros
• Visitar regularmente um dentista

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Daniela Balthazar - Cirurgiã-dentista, especialista em implantodontia pela UNICAMP
São Paulo - SP
CRO-SP: 71941