A alergia é uma reação de defesa do sistema imunológico quando está diante de elementos que poderiam fazer mal a você. Por isso, os anticorpos começam a trabalhar e desenvolvem sintomas para indicar esse quadro, como espirros, coceiras e inchaço. É comum relacionar esses casos com o consumo de determinados alimentos ou contato com cheiros. No entanto, você sabia que o aparelho ortodôntico também pode desencadear uma alergia? O dentista Marcos de Borba explicou o que acontece com esses pacientes e como seguir com tratamento ortodôntico após o diagnóstico.

Como surge a alergia ao aparelho ortodôntico?

Segundo o ortodontista, é possível que aconteçam casos de alergia ao aparelho ortodôntico sim. Essa reação do corpo pode ser relacionada ao alto nível de níquel, metal que compõe o dispositivo, chegando até mesmo a 50% da formação. Durante o tratamento ortodôntico, acontece também a liberação de íons metálicos de níquel do aparelho diretamente na mucosa oral. “Isto pode causar reação alérgica no paciente, que nada mais é do que uma resposta defensiva do organismo contra este componente”, explica Marcos. Grande parte desses casos acontece com mulheres devido ao uso de bijuterias, por exemplo, havendo a exposição de níquel há mais tempo.

Quais são os sintomas desse quadro?

Quando o sistema imunológico é atingido por uma alergia, ele apresenta diversos sinais como resposta. “Os principais sintomas dessa reação alérgica são: vermelhidão no lábio e mucosa gengival, sensação de queimação na boca, coceira no rosto e pescoço, sangramento gengival, descamação do lábio e gosto metálico na boca”, destaca o profissional. Nos casos em que o paciente apresentar algum desses indícios, é preciso procurar um especialista. Assim, ele poderá avaliar o quadro e recomendar que faça um teste imunológico para confirmar a alergia ao níquel. O tratamento varia conforme a seriedade do caso, passando por aplicações de compressas úmidas, secativas ou antissépticas, ou uso de antialérgico e corticoide.

É preciso tirar o aparelho ortodôntico em casos de alergia?

Quando a alergia for diagnosticada, o dentista explica que é indicado a remoção do aparelho ortodôntico. “O aparelho convencional, metálico, pode ser substituído por braquetes de cerâmica ou safira, alinhadores ou até mesmo braquetes que só tenham em sua composição o titânio”, orienta ele. Para completar, o uso de arcos ortodônticos também precisa ser sem níquel. Dessa maneira, é possível entender que a hipersensibilidade ao níquel não é uma barreira para a realização do tratamento ortodôntico. Isto porque a alergia ao composto não compromete a movimentação dentária, podendo ser seguido todas as etapas. E ainda, há alternativas ao aparelho metálico convencional. Converse com seu dentista e encontre o melhor caminho para você.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Marcos de Borba - Ortodontista
Porto Alegre - RS
CRO-RS: 12129