Quem nunca comeu um pedaço de abacaxi e ganhou uma afta? A gente sabe que alguns alimentos ácidos e bebidas cítricas tendem a provocar essas feridas na boca. Mas além desses sintomas indesejáveis, o surgimento dessas lesões aftosas podem indicar o início de alguma doença mais séria? Para esclarecer a dúvida, convidamos alguns especialistas no assunto para explicar todos os motivos do aparecimento dessas bolinhas e como elas afetam na sua saúde.

O que significa uma afta?

De acordo com a dentista Dulce Cabelho, a causa das aftas continua bem desconhecida e o surgimento dessas pequenas lesões pode estar relacionado a muitos fatores, como alterações hormonais, estresse, dieta e hereditariedade. “Por isso, é sempre importante consultar um especialista em doenças bucais, como o estomatologista ou o próprio cirurgião-dentista”, garante.

Para a Beatriz Venturi,  a alimentação diz muito sobre nossa saúde bucal. Ou seja, o que comemos também faz diferença para entender a origem da afta. “Alimentos mais ácidos facilitam o aparecimento dessa inflamação”, relata. Isso acontece porque muitas pessoas comem e tem uma reação imunológica que leva ao surgimento da lesão. Por outro lado, todo esse processo pode variar de pessoa para pessoa.

A relação das aftas com outras doenças

Entretanto, essas feridinhas podem ter uma forte relação com doenças que afetam a saúde de modo geral. Para quem tem diabetes, por exemplo, e não possui total controle do problema, a saliva apresenta uma quantidade maior de açúcar e reflete no crescimento de alguns fungos e aftas, devido à acidez. Quem faz tratamento de câncer também acaba desenvolvendo algumas aftas devido a baixa imunidade. Além de disso, essas lesões costumam ser um dos primeiros sintomas do vírus HIV. Por isso, fique atento e assim que perceber alguma alteração na sua boca, procure um dentista para o diagnóstico correto.

Como tratar?

Muita gente cisma em colocar sal, água oxigenada ou bicarbonato de sódio diretamente na ferida. Não faça isso em hipótese alguma! Aplicar essas substâncias acabam piorando os sintomas e a própria lesão. Até existem medidas caseiras para tratar as aftas, mas antes realizá-las peça orientação do seu dentista. Beatriz explica que o bicarbonato pode ser usado para amenizar o desconforto das feridas, contanto que seja dissolvido em água.

Além disso também existem os tratamentos feitos no consultório, como a laserterapia. “Um procedimento que é capaz de amenizar a dor, melhorar a cicatrização e diminuir os casos recorrentes de lesões”, indica. Porém, muitas vezes ele é visto como uma solução auxiliar, sendo necessário outros cuidados adicionais com medicação, reposição de vitaminas e até acompanhamento com nutricionista. O mais importante é não tomar essa decisão sozinho, vá ao dentista e descubra os cuidados certos para tratar a sua lesão.

Beatriz Venturi - Patologista Bucal - CRO: 25916

Dulce Cabelho - Estomatologista - CRO: 35856