Na adolescência encaramos muitas fases transitórias. No meio dela surge a tão indesejável fase de acne, cravinhos e espinhas. Elas são o terror estético da garotada que podem render até a fase adulta, principalmente nas mulheres por conta das mudanças hormonais. A dermatologista Paula Periquito afirma que esse problema acontece mais nas áreas ao redor da boca. "A acne da mulher adulta tem preferência pelo terço inferior da face, incluindo o queixo, início do pescoço e o entorno dos lábios".

Uma inflamação que pode ser causada por maus hábitos alimentares

A acne é uma inflamação e obstrução dos folículos que pode ocorrer em qualquer lugar do nossa pele, inclusive no rosto. A especialista explica que durante a adolescência os locais mais afetados ficam na zona "T" da face, área de maior secreção sebácea, ao contrário das mulheres que atingem a maioridade. Isso pode acontecer por motivos que vão de dentro para fora do organismo. "Normalmente a acne se dá por influência hormonal, em decorrência de maus hábitos alimentares ou pelo uso de cosméticos não apropriados para o tipo de pele da pessoa".

Atenção: não esprema a acne

Muita gente não pode ver um cravinho ou uma espinha que já quer espremer. Esta atitude é sempre muito perigosa e nunca recomendável. "Espremer de maneira incorreta abre caminho para que bactérias que estão nos dedos ou mesmo na superfície da pele atinjam níveis mais profundos, causando infecções mais graves como as celulites ou até mesmo sepse (infecção generalizada)". Nestes casos, muitas vezes o tratamento só pode ser feito com internação hospitalar e antibióticos venosos. Melhor não correr o risco!

Procurar um médico é sempre a melhor opção

O nascimento da acne nos lábios pode também ser motivo de muitas dúvidas para as mulheres. No início é formada apenas uma área avermelhada que acaba sendo confundida com o próprio herpes. Paula afirma que para fazer o diagnóstico seguro do problema é preciso procurar um dermatologista. Só ele poderá indicar o melhor tratamento do caso. "É importante que se inicie o tratamento antes que a pele ganhe cicatrizes muitas vezes bastante difíceis de serem corrigidas posteriormente".

O tratamemto é adaptado para cada paciente

Existem inúmeras opções para o tratamento da acne, mas cada paciente vai se adequar melhor a um tipo. "É preciso levar sempre em conta o histórico de alergias dos pacientes, tratamentos prévios com antibióticos, interações entre os medicamentos prescritos e outras medicações que a pessoa esteja em uso". Até mesmo o estilo de vida da pessoa e a prática de atividade física conta nesta anamnese. Então fique atenta e não deixe o problema tirar a beleza do seu rosto!