Você já deve saber que o açúcar é um grande causador de doenças bucais, começando pela cárie. Mas existem diferentes tipos desse carboidrato que aparece de forma bem sutil no seu dia a dia e acaba fazendo uma festa de bactérias no seu sorriso, um deles é a frutose. Apesar desse nutriente ser uma fonte de energia para o organismo, é importante prestar atenção na quantidade a ser ingerida. Para indicar os principais cuidados e medidas preventivas, o Sorrisologia convidou o cirurgião-dentista Cláudio de Sá Rêgo e a nutricionista Karen Sussmann.

A frutose pode provocar cárie?

"Embora algumas pessoas desconheçam, a frutose, o açúcar das frutas, também provoca cárie", explica Cláudio. Apesar desse risco para o seu sorriso, quando um alimento que possui frutose é mastigado, ele acaba se tornando menos agressivo no ambiente bucal. "As bactérias da placa bacteriana produzem três vezes menos ácidos que a sacarose, alterando menos o pH da boca e causando uma desmineralização menor do esmalte do dente", garante.

Açúcar que vai além das frutas

A frutose, muito vista nas tabelas nutricionais, também ganha forma em outros alimentos que vão além das frutas. "Hoje, não encontramos frutose apenas nas frutas, mas sim em muitos alimentos processados e industrializados como doces, refrigerantes, sucos de ‘caixinha’, frutas industrializadas (frutas secas e geleias), entre outros", conta a nutricionista. Por isso, o ideal mesmo é ficar de olho no que come e não se render aos exageros.

Dieta saudável + higiene bucal

Para fugir das cáries você não precisa parar de comer frutas ou demais alimentos que possuem frutose. Mas é importante ter uma dieta balanceada e juntar este hábito com um ritual higiênico bucal. "O controle da placa pela escovação e uso de fio dental", indica o dentista. Não deixe de limpar seu sorriso após cada refeição.

Toda vez que há açúcar presente para as bactérias, haverá formação de ácido, dando início a todo o processo de formação da lesão cariosa. "Portanto, o que aumenta o risco da cárie não é a quantidade total de açúcar nos alimentos consumidos, mas sim o padrão de alimentação, ou seja, a frequência da ingestão desses produtos", completa a Karen. Cuide bem da sua saúde bucal, praticando bons hábitos alimentares e leve uma vida mais doce sem cárie.