A correria do dia a dia é um dos grandes responsáveis pelo aparecimento de diversas doenças. Isto porque as pessoas estão, muitas das vezes, não tomando os devidos cuidados. Um exemplo disso é a mudança nos hábitos alimentares, que contribui para o aumento de casos de pacientes com erosão dentária. E se por outro lado existe a preocupação com a estética, é importante saber os danos que esse problema causa: como a transparência nos dentes. A dentista Dayany Sehnem tira dúvidas sobre esse problema e como corrigi-lo.

O que é erosão dentária?

“A erosão dentária é definida pela perda de estrutura dentária resultante de um processo químico pela ação de ácidos, sem envolvimento bacteriano,” define a dentista. Existem dois tipos de erosão dentária: a extrínseca e a intrínseca: A primeira é causada mais comumente pelo consumo de alimentos e bebidas ácidas e medicamentos. Além disso, o ambiente também pode propiciar para que a erosão dentária extrínseca aconteça, como no caso de trabalhadores de fábricas que sofrem exposição a ácidos. Já a segunda acontece devido à ação de ácidos gástricos na cavidade oral. Isto ocorre em indivíduos que sofrem de doenças sistêmicas, provocando regurgitação ou refluxo e vômitos involuntários. Ou também, em casos de problemas psicológicos, como anorexia e bulimia, que são ocasionados de forma voluntária.

Por que a erosão dentária pode deixar os dentes transparentes?

A erosão dentária pode acarretar diversos problemas para a saúde bucal, estética e mastigação. Isto acontece porque ela realiza a desmineralização dos dentes, provocando sensibilidade dentária, por exemplo. Esse enfraquecimento pode se tornar uma perda da estrutura dentária nas pontas dos dentes frontais (utilizados para morder os alimentos), deixando-os com uma aparência transparente. Além disso, é capaz de provocar fissuras nos dentes.

Quais são os tratamentos para transparência nos dentes?

O tratamento tem como objetivo restaurar o formato, função e estética dos dentes afetados. “É de extrema importância que durante o diagnóstico seja identificado possíveis causas, como hábitos alimentares, distúrbios gastrointestinais, uso de medicação, exposição a meios ácidos durante o trabalho. Isto contribui para que seja definido um tratamento individualizado e correto, que impeça a formação ou progressão da erosão dental,” explica a profissional.

Algumas das maneiras de curar o problema da erosão pode ser através de aplicações tópicas de flúor, procedimentos simples de restauração, entre outros. “Caso a vitalidade pulpar for comprometida, deve-se realizar o tratamento endodôntico previamente ao procedimento restaurador. E em muitos casos, é necessário uma atuação multiprofissional do caso, envolvendo cirurgiões-dentistas, médicos, nutricionistas e psicólogos.” complementa Dayany.

Como posso prevenir os dentes dessa transparência?

Vale ressaltar que tanto as medidas de prevenção como os tratamentos devem abranger os motivos causais, de risco e suas interações. Dessa forma, é de suma importância as visitas regulares ao dentista para acompanhar a saúde bucal e poder prevenir as doenças. “Estudos mostram que o uso de creme dental fluoretado pode auxiliar na prevenção, já que o flúor aumenta a resistência do esmalte à dissolução provocada pelos ácidos’, comenta a dentista. Além disso, reduzir o consumo de comidas e bebidas ácidas, como refrigerantes, é um cuidado muito eficaz.