Sensibilidade dentária é um probleminha bem chatinho de lidar, principalmente quando afeta um dos momentos mais prazerosos do nosso dia: a hora de comer. Você sabia que alguns alimentos podem piorar ou melhorar o incômodo causado pela sensibilidade? E que até mesmo os cremes dentais podem ajudar ou prejudicar esse problema? Conversamos com a cirurgiã-dentista Daniela Balthazar e ela indicou uma lista de coisas que devem ser evitadas ou adotadas para ajudar nesse momento.

1) Alimentos muito frios, como sorvete e milkshake

Segundo a especialista, os alimentos muito frios tanto podem agravar quanto aliviar a sensibilidade dos dentes. Vai depender de cada caso. “Dentes sensíveis cujo motivo seja a retração gengival ou desgastes do esmalte, por exemplo, ficam mais sensibilizados com esse contato. Já se a sensibilidade ocorrer por conta de uma pulpite (inflamação da polpa do dente), ocorre o contrário e o paciente sente um certo alívio da dor com o estímulo frio”, explica. Essas inflamações, portanto, devem ser diagnosticadas corretamente e tratadas por um dentista.

2) Alimentos muito quentes, como chá e sopa

Já os alimentos muito quentes podem piorar a sensibilidade nos dentes em casos onde ela é causada por desgastes, perda de estrutura ou retração gengival. De acordo com Daniela, nesses casos, o dente se torna mais suscetível a qualquer variação de temperatura, e o paciente consegue sentir isso facilmente.

3) Bebidas ácidas, como suco de laranja ou limão

Se a ideia é prevenir a sensibilidade dentária, a dica é ficar longe das bebidas ácidas - inclusive dos refrigerantes, viu? Esse tipo de bebida deixa os dentes ainda mais sensíveis devido a alteração do pH da saliva e consequente movimento de fluidos dentro da polpa do dente, que já está sensível, segundo a dentista.

4) Doces, como o chocolate

O açúcar normalmente ataca a sensibilidade quando a causa por trás são as temidas cáries, e é importante investigar o caso com a ajuda de um profissional. “Isso porque as bactérias causadoras da cárie "se alimentam" do açúcar, em um processo de fermentação e produção de ácidos. Caso o dentes esteja íntegro, em geral não há alteração da sensibilidade pelo açúcar”, justifica Daniela.

5) Chiclete sem açúcar

Os chicletes sem açúcar, por outro lado, são uma boa opção para prevenir a sensibilidade. Isso porque a goma de mascar sem açúcar aumenta o fluxo de saliva, consequentemente hidratando os dentes e melhorando alguns casos de sensibilidade. Essa melhora acontece principalmente em casos onde o clareamento dental é a causa para o quadro.

6) Creme dental para dentes sensíveis

Quer melhorar a sensibilidade? Existem pastas de dentes específicas para isso! Existem diversas fórmulas que agem melhorando alguns tipos de sensibilidade, quando bem diagnosticados. Entretanto, vale destacar que isso vai depender muito da causa do problema. “Se a sensibilidade persistir mesmo com o uso de creme dental específico é importante consultar um dentista, pois o dente pode estar sofrendo algum tipo de trauma mastigatório ou de outro tipo, e deve ser feito um diagnóstico para correto tratamento”, destaca a especialista.

7) Clareamento dental

Assim com os cremes dentais branqueadores, o clareamento dental também não é indicado para pacientes com sensibilidade, já que é um tratamento que pode agravar o quadro e causar grande desconforto para o paciente, segundo a dentista. “Alguns componentes da fórmula penetram nos canalículos dentinários causando movimentação de fluidos no interior do dente”, explica. Por isso, se o paciente sofre com dentes sensíveis e deseja fazer o clareamento, o ideal é que ele procure um especialista para diagnosticar a causa e tratar o problema primeiro.

8) Vinagre na salada

Super ácido, o vinagre deve ser evitado a todo o custo por quem possui sensibilidade dentária! Assim como as bebidas ácidas, ele age alterando o pH da saliva, o que pode influenciar nesse quesito, além de causar o desgaste do esmalte. 

9) Escovas de dentes adequadas

Se você sofre com sensibilidade dentária, a dica é investir numa escova de dentes com cerdas macias. Este tipo de escova ajuda a manter a integridade dos dentes, evitando, assim, uma piora no quadro de sensibilidade.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Daniela Balthazar - Cirurgiã-dentista, especialista em implantodontia pela UNICAMP
São Paulo - SP
CRO-SP: 71941