Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
28.01.2021

5 passos para acabar com o mau hálito de uma vez

  Opte por produtos de higiene bucal que tragam os melhores resultados durante a limpeza. A utilização de escova de dentes de cabeça pequena e cerdas macias ou extra macias, por exemplo, é fundamental para eficácia no processo.
Acompanhe o passo a passo 1/5
1 Opte por produtos de higiene bucal que tragam os melhores resultados durante a limpeza. A utilização de escova de dentes de cabeça pequena e cerdas macias ou extra macias, por exemplo, é fundamental para eficácia no processo.
  Inicie a higiene bucal com o uso do fio dental. Sim, isso mesmo!   O   uso do item é essencial para limpeza entre os dentes e preveção do mau hálito. Para isso, é importante deslizar o acessório perpendicularmente fazendo movimento de fora para dentro da boca em cada dente até a altura da gengiva.
Acompanhe o passo a passo 2/5
2 Inicie a higiene bucal com o uso do fio dental. Sim, isso mesmo! O uso do item é essencial para limpeza entre os dentes e preveção do mau hálito. Para isso, é importante deslizar o acessório perpendicularmente fazendo movimento de fora para dentro da boca em cada dente até a altura da gengiva.
  É hora de escovar os dentes! Nesse caso, vale utilizar a técnica de Bass para garantir uma boa higiene bucal.   Coloque as cerdas da escova direcionadas à raiz dos dentes, num ângulo de 45º, encaixando a ponta dos filamentos diretamente no sulco da gengiva e escovando para frente e para trás por 10 segundos. Em seguida, passe para outro grupo de 2 dentes. Na face posterior dos elementos anteriores, eles serão escovados individualmente com a escova posicionada na vertical.
Acompanhe o passo a passo 3/5
3 É hora de escovar os dentes! Nesse caso, vale utilizar a técnica de Bass para garantir uma boa higiene bucal. Coloque as cerdas da escova direcionadas à raiz dos dentes, num ângulo de 45º, encaixando a ponta dos filamentos diretamente no sulco da gengiva e escovando para frente e para trás por 10 segundos. Em seguida, passe para outro grupo de 2 dentes. Na face posterior dos elementos anteriores, eles serão escovados individualmente com a escova posicionada na vertical.
  Não esqueça de escovar a língua! Para isso, vale apostar em um raspador de língua para remover toda a saburra lingual e evitar o surgimento do mau hálito.
Acompanhe o passo a passo 4/5
4 Não esqueça de escovar a língua! Para isso, vale apostar em um raspador de língua para remover toda a saburra lingual e evitar o surgimento do mau hálito.
Depois da escovação, finalize a higiene oral com um bom enxaguante bucal. Despeje o produto na tampinha que serve como copinho medidor, coloque na boca, faça bochechos durante 30 segundos e, em seguida, cuspa tudo na pia.
Acompanhe o passo a passo 5/5
5 Depois da escovação, finalize a higiene oral com um bom enxaguante bucal. Despeje o produto na tampinha que serve como copinho medidor, coloque na boca, faça bochechos durante 30 segundos e, em seguida, cuspa tudo na pia.
  •   Opte por produtos de higiene bucal que tragam os melhores resultados durante a limpeza. A utilização de escova de dentes de cabeça pequena e cerdas macias ou extra macias, por exemplo, é fundamental para eficácia no processo.
  •   Inicie a higiene bucal com o uso do fio dental. Sim, isso mesmo!   O   uso do item é essencial para limpeza entre os dentes e preveção do mau hálito. Para isso, é importante deslizar o acessório perpendicularmente fazendo movimento de fora para dentro da boca em cada dente até a altura da gengiva.
  •   É hora de escovar os dentes! Nesse caso, vale utilizar a técnica de Bass para garantir uma boa higiene bucal.   Coloque as cerdas da escova direcionadas à raiz dos dentes, num ângulo de 45º, encaixando a ponta dos filamentos diretamente no sulco da gengiva e escovando para frente e para trás por 10 segundos. Em seguida, passe para outro grupo de 2 dentes. Na face posterior dos elementos anteriores, eles serão escovados individualmente com a escova posicionada na vertical.
  •   Não esqueça de escovar a língua! Para isso, vale apostar em um raspador de língua para remover toda a saburra lingual e evitar o surgimento do mau hálito.
  • Depois da escovação, finalize a higiene oral com um bom enxaguante bucal. Despeje o produto na tampinha que serve como copinho medidor, coloque na boca, faça bochechos durante 30 segundos e, em seguida, cuspa tudo na pia.

Lidar com o mau hálito está longe de ser uma tarefa fácil. Embora esteja quase sempre associada à má higiene bucal, a halitose pode ser causada por uma série de fatores e, por isso, buscar o tratamento adequado é uma atitude fundamental para reverter o quadro. Mas será que você sabe quais são os cuidados necessários para acabar com o mau hálito de uma vez? Para te ajudar a driblar esse incômodo, o Sorrisologia se uniu ao dentista Maurício Duarte e montou um passo a passo para eliminar a halitose através da escovação e outros cuidados necessários. Veja só!

Como a higiene bucal pode amenizar o mau hálito?

Diferente do que muitos pacientes acreditam, o mau hálito não é causado apenas pela falta de higiene bucal e, sim, pela limpeza dos dentes feita de uma forma inadequada e com produtos que prejudicam o hálito. “Exemplos desses produtos são os cremes dentais que possuem lauril sulfato de sódio e os enxaguantes bucais com lauril ou álcool em sua formulação”, revela o dentista. Essas substâncias promovem uma maior descamação de células da mucosa bucal, facilitando a formação da saburra e cáseos amigdalianos (acúmulo de alimentos nas amígdalas), que são as principais causas do mau hálito.

Enxaguante bucal e fio dental ajudam a acabar com o mau hálito

Você já deve saber que algumas ferramentas são fundamentais para manter a higiene bucal em dia, certo? Embora a escova de dentes seja sempre o item mais lembrado, existem outros que podem fazer toda a diferença durante a limpeza dos dentes e, de quebra, darem adeus ao mau hálito. O fio dental e o enxaguante bucal, por exemplo, podem ser grandes aliados nessa missão. “O uso de fio é essencial para limpar entre os dentes, onde os tufos da escova não alcançam a placa bacteriana. Por outro lado, o enxaguante é indicado para o controle do mau hálito, dependendo da necessidade de cada caso”, conta o profissional. Mas lembre-se: é importante investir nos produtos certos e seja cientificamente comprovado que trazem bons resultados.

A alimentação pode ser uma grande aliada no combate a halitose

Não é novidade para ninguém que a alimentação e a saúde bucal caminham lado a lado. Quando se trata de combater o mau hálito, não poderia ser diferente. Isso porque existem alguns hábitos alimentares que podem contribuir para o odor. “Longos intervalos entre as refeições podem provocar o mau hálito devido à hipoglicemia, já que o organismo terá de produzir a glicose por meio da quebra da gordura”, afirma o dentista. Acontece que a gordura não é totalmente utilizada nesse processo, o que gera a formação de corpos cetônicos, que ficam disponíveis na circulação sanguínea e são eliminados pelos pulmões na expiração, alterando o cheiro do hálito.

Além disso, outro fator que pode contribuir para o mau hálito é a ingestão de alimentos que alteram o odor, como o alho e a cebola - sejam crus, fritos ou refogados - e alimentos com alto teor de proteína ou gordura animal, como embutidos, carnes gordurosas e frituras. Para driblar a halitose, o especialista adianta: o ideal é investir em alimentos detergentes que podem ajudar na limpeza bucal e prevenir os problemas. “Cenoura, acelga, pepino, melancia, kiwi, maçã e pera são alimentos que aumentam a salivação e auxiliam na limpeza dos dentes de quem faz as refeições fora de casa e nem sempre pode realizar a escovação correta”, revela.

Lembre-se: alimentos detergentes podem ajudar, mas não são capazes de acabar o mau hálito de uma vez. Nesse caso, é importante buscar ajuda profissional para identificar o fator responsável pelo quadro.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Maurício Duarte da Conceição - Pós-graduado em Halitose e Especialista em Dentística Restauradora e Halitose
CRO-SP: 34.205

Mais Matérias: Mau Hálito
Dente furado pode provocar mau hálito?
Mau Hálito
Dente furado pode provocar mau hálito?
O surgimento de um dente furado é sempre sinônimo de prejuízos para a saúde bucal. Isso porque, além de indicar a presença de cárie, o quadro também pode resultar em outros problemas bucais, como sensibilidade nos dentes e gengiva inchada. Mas, o que poucos pacientes sabem é que, o dente...
Limpador de língua acaba com mau hálito: mito ou verdade?
Mau Hálito
Limpador de língua acaba com mau hálito: mito ou verdade?
O uso do limpador de língua é fundamental para manter a higiene bucal em dia. Afinal, a ferramenta é a grande responsável por eliminar a saburra lingual e combater uma série de problemas. Mas será que o uso desse acessório também pode ajudar a combater o mau hálito? Como a ausência do...
Língua branca é sinal de mau hálito? Descubra a relação entre os quadros!
Mau Hálito
Língua branca é sinal de mau hálito? Descubra a relação entre os quadros!
Você tem notado sua língua branca ? É importante ligar o sinal de alerta! Isso porque o quadro...
com a participação de:
Ana Elisa da Silva
CRORS 13490
Mau hálito e dor de garganta podem ser sinais de amigdalite?
Mau Hálito
Mau hálito e dor de garganta podem ser sinais de amigdalite?
O mau hálito é um sintoma bem comum entre as pessoas, principalmente pela manhã após...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Halitose: tratamento caseiro pode ajudar? Descubra como acabar com o mau hálito
Mau Hálito
Halitose: tratamento caseiro pode ajudar? Descubra como acabar com o mau hálito
A halitose é um dos problemas bucais mais temidos entre os pacientes. Comum em diferentes faixas...
com a participação de:
Maurício Duarte da Conceição
CRO-SP: 34.205
Mau hálito e dor de garganta: entenda a relação entre os quadros e como eles podem afetar sua saúde bucal
Mau Hálito
Mau hálito e dor de garganta: entenda a relação entre os quadros e como eles podem...
O mau hálito não é um incômodo que existe só pela manhã , após uma...
com a participação de:
Maurício Duarte da Conceição
CRO-SP: 34.205