Se você usa aparelho fixo, certamente deve saber que a sua boca precisa cuidados especiais no dia a dia. Realizar uma boa higiene bucal é um deles, mas não é o único. Quando se está em um tratamento ortodôntico, também é preciso evitar algumas atitudes corriqueiras para garantir um bom resultado. A boa notícia é que com um pouco de paciência e dedicação você consegue. Quer saber como? O Sorrisologia separou 5 hábitos que atrasam o tratamento ortodôntico e que muitas pessoas ainda praticam.

1. Descuidar da higiene bucal

Não existem dúvidas de que uma boa higiene bucal é sinônimo de um sorriso bonito e saudável. E, é claro que, quando se trata da higiene bucal durante um tratamento ortodôntico não poderia ser diferente. Ainda que a escovação com o aparelho fixo seja mais demorada, é fundamental que você limpe perfeitamente cada peça conectada aos seus dentes. Para isso, o ideal é utilizar escovas apropriadas, como a interdental, e o fio dental para remover o acúmulo de placas dos dentes e bráquetes e, por fim, o enxaguante bucal. Com esse cuidado, você evita passar por tratamentos odontológicos, como restauração de lesões cariosas, e garante dentes limpos e gengivas saudáveis.

2. Consumir alimentos duros e pegajosos

Os aparelhos fixos não costumam quebrar com muita facilidade, mas uma das principais causas para isso é a alimentação. Isso porque os alimentos duros e pegajosos, como balas, pipoca e amendoim, podem ficar presos nos bráquetes e atrapalhar todo o processo de higienização, resultando em um atraso no tratamento ortodôntico. Por isso, é importante colaborar e evitar esses alimentos durante um tempo.

3. Quebrar os bráquetes do aparelho ortodôntico

Atire a primeira pedra quem nunca precisou correr para o consultório do seu dentista para corrigir algum bráquete solto do aparelho fixo. Esse é um problema mais comum do que imaginamos e é uma das maiores causas para o atraso do tratamento ortodôntico. Na maioria das vezes, os alimentos duros e pegajosos são os responsáveis pela quebra das pecinhas do aparelho. Abrir objetos com os dentes também é outro hábito que pode resultar nesse quadro. Por isso, é fundamental seguir as orientações do seu ortodontista e, principalmente, ir às consultas de manutenção.

4. Roer unha e mastigar objetos

Além dos cuidados com os alimentos duros, é preciso ficar atento à alguns hábitos do nosso dia a dia. Roer unha, por exemplo, é um dos fatores que pode atrasar o seu tratamento ortodôntico, já que exige muito da musculatura da boca e dos dentes, podendo quebrar algum dos bráquetes. Além disso, também vale evitar mastigar objetos, como tampas de caneta e armação de óculos, para garantir que o seu tratamento dure o período recomendado pelo especialista.

5. Faltar às consultas de manutenção

Se você faz o tratamento ortodôntico, precisa ter em mente que as consultas de rotina são fundamentais para determinar a duração do procedimento. Isso porque o profissional precisa desses encontros para fazer os ajustes necessários e garantir que o aparelho funcione corretamente. Dessa forma, a espera muito longa entre essa verificação pode resultar no prolongamento do uso do aparelho fixo. Por isso, deixe a preguiça de lado e visite seu ortodontista sempre que ele achar necessário.