Ninguém pode negar: a higiene bucal é o primeiro passo para garantir um sorriso bonito e saudável. Além de evitar o mau hálito, os hábitos de higiene são, sem dúvidas, a forma mais eficaz de prevenir diversas doenças causadas pelo acúmulo de placa bacteriana. Para saber quais são as principais doenças causadas pela má higiene bucal, o Sorrisologia conversou com a dentista Rhianna Barreto. Confira!

1) Doenças periodontais

Segundo a profissional, a gengivite, periodontite e retração gengival são doenças que afetam a área da gengiva e podem ser causadas pela falta de escovação ou má higiene bucal. Nesses casos, as patologias ainda podem levar à perda do elemento dental, e também a doenças sistêmicas graves.

2) Halitose

Quando se trata de mau hálito persistente, o problema quase sempre pode estar ligado à qualidade da sua higiene bucal. Com a falta da escovação diária, ocorre o acúmulo de placa bacteriana nos dentes, na gengiva e na língua, resultando na halitose. Nesse caso, a especialista explica: “A higiene oral tem a função de manter nossa microbiota oral em equilíbrio evitando doenças orais, como o mau hálito”.

3) Cáries

Assim como as doenças periodontais, a cárie também pode ser originada pela falta de escovação adequada dos dentes. Nesse caso, a má higiene bucal também pode contribuir para o desenvolvimento de canais nas estruturas dentais. De acordo com Rhianna, uma pequena mudança nos seus hábitos na hora de escovar os dentes podem fazer toda a diferença para evitar esse incômodo.

4) Endocardite bacteriana

Essa é uma das doenças mais sérias que a má higiene bucal pode causar. “A falta de higiene oral pode provocar infecções que atingem o coração, como a endocardite bacteriana”, explica. Isso porque um simples sangramento na boca, por exemplo, pode permitir que as bactérias bucais entrem no sistema sanguíneo e atinjam os tecidos, causando danos ao revestimento do coração. Por isso, portadores ou pessoas com predisposição a problemas do coração devem ter atenção redobrada e tomar os devidos cuidados, consultando o cardiologista e o dentista regularmente.

5) Diabetes

Ainda que algumas pessoas acreditem que não há ligação, a diabetes pode complicar muito a saúde bucal. “A má higiene oral pode piorar condições sistêmicas, como diabetes”, ressalta. Isso porque o sangue dos pacientes com a doença possui uma alta concentração de glicose, sendo mais propício de desenvolver bactérias que somado ao acúmulo de restos de comida, favorece a proliferação das cáries. Por isso, manter a higienização bucal é fundamental.

Como fazer uma higiene bucal correta e evitar esses problemas?

De maneira geral, não há muito mistério quanto aos cuidados básicos para garantir a limpeza de toda cavidade oral. “Realizando uma boa e adequada higiene bucal, incluindo escovação (dentes e língua), fio dental e bochecho é possível evitar todos esses problemas bucais”, completa a especialista. Além disso, é preciso manter em dia suas consultas com o dentista para evitar qualquer desconforto.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Rhianna Barreto - Cirurgiã-Dentista
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ:37448