Ele mantém o seu sorriso bem longe das bactérias. O flúor é uma substância que deixa seus dentes mais saudáveis e que pode ser encontrada muito além do creme dental e de outros produtos de higiene. Em alguns casos, a necessidade desse elemento é tão grande que o paciente precisa realizar algumas aplicações de flúor no consultório. Será que você precisa passar pelo procedimento? O Sorrisologia perguntou ao cirurgião-dentista Cláudio de Sá e listamos 3 sinais que indicam a necessidade de aplicação.

Casos recorrentes de cárie

De uns tempos para cá você vem tendo muitas cáries? Este pode ser o primeiro sinal da falta de flúor no seu sorriso, sabia? O flúor funciona como um escudo para os nossos dentes. Ele tem a ação de deixá-los mais resistentes às bactérias da cárie. Por isso, se você estiver com lesões cariosas frequentes, é importante ir ao dentista e saber se há necessidade de uma aplicação.

Sensibilidade dentária

Sentiu dor de dente quando tomou sorvete no fim de semana? Pode ser que você esteja com sensibilidade dentária. Apesar de ser considerado um problema comum, não é normal sentir esse desconforto toda hora, certo? Vá ao dentista e veja se você está precisando de uma aplicação de flúor. Além de ser um forte agente contra a cárie dentária, Cláudio explica que a substância tem a função remineralizadora. “O flúor também pode ser usado como um produto dessensibilizante para combater os incômodos da sensibilidade”, afirma.

Já faz um tempo que você não vai ao dentista?

Já passou mais de um ano da última consulta que você fez ao dentista. Pode ser que este seja mais um sinal da falta de flúor no seu sorriso. Não é uma regra, mas os profissionais dizem que é bom fazer o procedimento a cada seis meses ou um ano, dependendo da saúde bucal do paciente. Por isso, é indicado visitar o profissional para descobrir as necessidades do seu sorriso. Não tente adiar mais este momento, aproveite e agende logo um horário.

O melhor flúor está presente no dia a dia

Além do consultório, o flúor está muito presente em nossa rotina. Você pode não enxergar, mas essa substância está nos produtos de higiene bucal, em diversos alimentos e até na água que ingerimos diariamente. “Hoje, entendemos que o flúor existente no creme dental, na água e nos alimentos são mais importantes pelo uso diário do que aquele aplicado em uma consulta no dentista”, garante. Ou seja, se você adotar uma boa alimentação e praticar bem a sua higiene bucal, vai precisar passar menos vezes pelo procedimento.