As lentes de contato para dentes ou lentes de contato dentais são um método inovador de correção de problemas que vão da coloração do esmalte até desalinhamento dos dentes. No entanto, não basta somente o paciente desejar realizar o procedimento. Este método faz parte de um planejamento estético e odontológico que tem como função a melhoria da aparência dos dentes e, em pouco tempo, garante um sorriso mais harmônico e com tom mais uniforme. Para você que está em dúvida sobre esse tratamento, separamos 3 dicas que irão te convencer de que a técnica é uma ótima opção para se ter um sorriso lindo e saudável.

Os dentes ficam mais resistentes às manchas

Além de solucionar problemas nas estruturas dentais, procedimentos como as lentes de contato dentais servem para melhorar a estética do sorriso. Uma grande vantagem desses laminados de porcelana é a sua maior resistência às manchas. Este é um problema comum de acontecer se houver descuido com a limpeza bucal ou devido à alimentação. Entretanto, os pacientes que recorrem às restaurações dentais com resina podem apresentar problemas com manchas mais facilmente se comparado a alguém que possui lentes de contato dental.

Tratamento de longo prazo

Vale ressaltar que para quem está pensando em aderir ao tratamento com as lentes de contato dentais, o método tem uma duração de longo prazo. O material tem qualidade alta e é produzido no exterior. Além disso, recentes estudos comprovam que ele pode durar até 20 anos. Mas para que haja a duração das lentes, os cuidados para mantê-las saudáveis são os mesmos recomendados para os dentes. A higienização bucal deve continuar sendo feita de maneira correta e sempre com o uso do fio dental.

Pouco desgaste dental

Como as lentes são colocadas diretamente sobre os dentes e possuem uma espessura extremamente fina, em média de 0,3 a 0,5 milímetros, não existe a necessidade de desgastar a superfície natural do dente no momento em que estão sendo colocadas. Existem casos de pacientes em que não possuem nenhum desgaste dos dentes, já que o processo é não invasivo.

É importante ressaltar que antes de tomar qualquer decisão em relação à técnica, o indicado é consultar seu dentista para saber se ela é a mais indicada para o seu caso. É preciso saber, inclusive, se você está fora do grupo de contraindicações para não usar as lentes, já que os dentes precisam estar saudáveis e sem doenças bucais.