A gengiva é o tecido da mucosa bucal que envolve os dentes e ajuda a sustentá-los. Para que essa camada rosada se mantenha saudável, é essencial, além da escovação, passar o fio dental por dentro da linha gengival. Você tem esse hábito? A odontologista Thalita Costa garante que essa atitude é importante para evitar o acúmulo de bactérias na região e, consequentemente, doenças inflamatórias como a gengivite e periodontite. Descubra com o Sorrisologia a importância dessa etapa para o seu sorriso.

Por que devemos passar o fio dental na gengiva?

Você até pode achar o fio dental uma etapa chatinha e demorada da higiene bucal. "Ela exige muito malabarismo com as mãos e minutos com boca aberta", afirma Thalita. Mas esse trabalho árduo vale a pena e traz um monte de benefícios à sua saúde oral. Naturalmente, a boca é formada por milhares de microrganismos. "Quando comemos e bebemos qualquer coisa, essas bactérias em número harmônico, crescem em quantidade e malignidade tornando-se agressivas aos dentes e gengivas, isso se não forem removidas através da escova dental macia e fio dental".

A profissional explica que placa bacteriana, conhecida também como biofilme, é ácida e provoca cáries por desmineralização, gengivite e periodontite. "Quando não removemos essa placa e onde a escova não alcança, que seria dentro da gengiva e entre os dentes, essa placa se torna cada vez maior e mais agressiva". Caso o fio dental não remova essa placa, a perda óssea é progressiva, podendo gerar mobilidade dentária e até a perda do elemento dental por falta de suporte ósseo.

É normal a gengiva sangrar com o fio dental?

Segundo a odontologista, o sangramento é um sinal comum da inflamação, pois está havendo maior atividade imunológica ao redor da placa agressiva. Muitos pacientes param de passar o fio dental, porque associam o sangue à trauma, mas não é bem por aí. "Só há sangramento porque os vasinhos da gengiva aumentaram de tamanho para permitir maior penetração de células de defesa naquele local para conter os ataques bacterianos", explica. Assim que essa película for removida com ajuda da escova e do fio dental, a mucosa se recupera, para de sangrar, volta ao tamanho normal e coloração natural.

O jeito certo de passar fio dental

Não basta só pegar um fio curto e passar rápido por todos os dentes. A dentista ressalta que essa etapa é muito importante e merece todo um cuidado especial. "O fio nunca deve passar sujo por entre os dentes. Para cada pedaço, um lugar diferente a ser passado". Ele deve encaixar no dente, entrar na gengiva, e sair em movimento de "polimento" (como de um sapato), jogando toda a massinha branca pra fora, desorganizando a placa. "Não economize fio, não limpe com sujeira, corte em vários pedaços longos e faça uma boa higiene".