É muito comum ver diversas pessoas com o famoso sorriso metálico. Ou você mesmo já tenha passado por esse tratamento. O aparelho ortodôntico é um dispositivo que soluciona vários problemas de saúde bucal e, por isso, acabou se tornando tão popular. E mesmo assim o assunto ainda é cercado por diferentes dúvidas. Um exemplo delas é sobre o uso de contenção após retirar o aparelho. Todo mundo precisa utilizar? Para responder a essa pergunta, o Sorrisologia foi conversar com a ortodontista Sílvia Reis sobre o assunto.

Tirar o aparelho não significa o fim do tratamento ortodôntico

Receber a notícia que irá retirar o aparelho ortodôntico é sinônimo de animação para grande parte dos pacientes. No entanto, isso não quer dizer que o tratamento chegou ao fim. “Os pacientes devem usar aparelhos de contenção e ser controlados periodicamente pelo ortodontista”, explica a dentista. Assim, o controle de visitas ao consultório passa a ser menos frequente se comparado à época do aparelho. Geralmente, uma grande mudança acontece após dois anos da remoção. “A chance de recidiva é pequena e o paciente pode ser controlado anualmente”, completa ela. Vale destacar que isto acontece para aqueles que seguem os cuidados e recomendações adequadamente.

Todo paciente precisa usar contenção após o aparelho ortodôntico?

Os cuidados com sua saúde bucal não terminam com a remoção do aparelho ortodôntico. Assim como explicado acima, a etapa seguinte do tratamento consiste no uso de contenção. Esse item tem como objetivo manter os dentes na posição, para que os resultados do aparelho sejam mantidos. “Todos os pacientes necessitam usar algum tipo de contenção, seja fixa ou móvel, após o tratamento ortodôntico”, comenta a profissional.

Sílvia comprova esse cuidado citando um estudo publicado pelo British Dental Journal, sobre trabalhos científicos que acompanharam pessoas cinco anos após passarem pelo final do tratamento ortodôntico. “Os pacientes com sorrisos mais bonitos e estáveis em longo prazo eram aqueles que mantinham o uso dos aparelhos de contenção, independente do tipo de tratamento que tinham realizado”, diz ela.

Saiba mais sobre o uso da contenção

Conforme o passar dos anos e o envelhecimento do pacientes, diversas mudanças já são esperadas, como a alteração na posição dos dentes. Apesar dessa movimentação inevitável, o uso da contenção garante a estabilidade do tratamento ortodôntico após o aparelho. Ela pode ser do tipo fixa ou móvel, que vai variar de acordo com o problema tratado. “Quanto mais exigente for a pessoa em relação ao seu sorriso, mais cuidadoso o profissional deve ser na indicação dos aparelhos de contenção”, esclarece a ortodontista. Por isso, aqueles que optam em não utilizar a contenção já podem esperar a movimentação de seus dentes, perdendo o resultado conquistado no tratamento ortodôntico. “Logo após a remoção dos aparelhos, a tendência é que os dentes voltem para as posições que estavam antes”, finaliza.