Deixar de escovar os dentes à noite ou não realizar a higiene bucal correta são alguns descuidos comuns entre os pacientes. No entanto, aparentemente como pequenos deslizes, esses hábitos podem resultar em problemas bucais bem complicados, como o acúmulo de placa bacteriana. Há casos em que a remoção acaba ficando mais difícil, como é o caso da placa que se instala no sulco gengival. Saiba como se prevenir desse quadro com as orientações da dentista Cristiane Vilela.

Saiba o que é o sulco gengival

De acordo com a profissional, o sulco gengival é o espaço ao redor do dente. Ele é caracterizado por seu formato em “V”, onde de um lado fica a superfície do dente e do outro o tecido gengival. “É geralmente nesse espaço que ocorre o acúmulo de placa bacteriana e é preciso tomar alguns cuidados”, alerta Cristiane. A placa bacteriana é a principal causa da gengivite, quando acontece a inflamação desse tecido mole. Quando não é tratada corretamente, pode acabar evoluindo para a periodontite, ocasionando a destruição do osso que dá suporte aos dentes. E ainda, o acúmulo de placa pode dar origem a cáries e doenças sistêmicas associadas, como problemas no coração.

Quais são os riscos da placa bacteriana no sulco gengival?

Devido à falta de higiene bucal correta, a placa bacteriana pode acabar se acumulando abaixo da linha gengival. “A situação fica ainda mais delicada e os riscos são de criação de bolsas periodontais”, explica a profissional. Nesses casos, a atividade bacteriana entra em ação, resultando em inflamações no sulco gengival e destruição dos tecidos de sustentação dos dentes, como o ligamento periodontal e osso, por exemplo.
E esse quadro pode evoluir para problemas na mobilidade e até a perda dos dentes. “Quando a placa bacteriana ainda não se encontra endurecida, pode-se remover em casa, com o uso correto do fio dental ou no consultório com a profilaxia profissional”, destaca Cristiane. Nos casos de já ter desenvolvido o tártaro, é preciso realizar a raspagem no consultório, acima e abaixo da linha da gengiva.

Veja os cuidados para evitar a placa bacteriana

O uso do fio dental, ao menos uma vez ao dia, e a escovação correta, com a escova de dentes adequada e seguindo as técnicas dadas pelo seu dentista, são as maneiras eficazes de se prevenir da placa bacteriana. Outro cuidado relevante, destacado pela odontologista, é evitar o consumo de alimentos açucarados ou ricos em amidos, principalmente aqueles mais pegajosos. “Além de agendar as consultas regularmente com seu dentista para limpezas profissionais e exames bucais semestralmente”, completa ela.