Produto Relacionado:
Creme Dental Oral-B 3D White Perfection
Creme Dental Oral-B 3D White Perfection
Compre aqui

Ter dentes brancos vem se tornado um processo cada dia mais simples. Embora o clareamento dental esteja mais acessível e fácil de fazer através da técnica caseira, é preciso entender que nem todo mundo pode adotar tal método. Além dos cuidados na hora de realizar o procedimento, que precisa ser sempre com o consentimento de um dentista, é importante saber de todas as contraindicações. Quem explica ao Sorrisologia é o especialista em dentística Paulo Campos.

Quem não pode fazer clareamento:

Crianças - "Só devem fazer após a dentição permanente completa e mesmo assim deve-se postergar o máximo possível", afirma. Isso precisa ser evitado, pois a polpa, conhecida como o nervo do dente, é ampla e mais sensível, podendo causar problemas no sorriso do pequeno.

Pessoas com periodontite - O aviso é curto e claro. "Pacientes com doença periodontal ativa, gengivas e ossos, não podem fazer". Tudo por que as substâncias químicas podem irritar as tecidos gengivais e dentes. Por isso, é importante tratar a doença antes de fazer.

Pessoas com cárie - "Pacientes com cáries e restaurações com infiltração devem sentir sensibilidade", alerta. Desta forma, o problema precisa ser tratado antes.

Pessoas com sensibilidade - Quem tem sensibilidade precisa evitar a técnica, mas com a ajuda de um dentista o tratamento é liberado. "Na região do dente perto da gengiva (sensibilidade cervical) devem optar, preferencialmente, pelo clareamento feito no consultório, mas podem com utilização de dessensibilizantes e cuidadosa orientação do dentista, usar o clareamento caseiro".

Grávidas - Gestantes e Lactantes também devem evitar. "O Clareamento não é um procedimento de urgência e não é necessário para o tratamento de nenhuma doença, portanto pode-se aguardar para realiza-lo em melhor momento".

Cuidados após o procedimento

Apesar dessas situações particulares, qualquer pessoa que estiver com a saúde bucal em dia está liberada para fazer clareamento. Mas é primordial ter cuidados antes e após o procedimento para que o efeito white dure por bastante tempo. Paulo explica que não existe um prazo exato de validade para o tratamento, mas que a durabilidade vai depender exclusivamente do paciente. "Cada dente tem um processo de clareamento diferente. Sensibilidade durante o uso, tempo e forma de uso pelo paciente, causas sistêmicas que alteram a cor do dente". Segundo o dentista, tudo isso implica na conservação do sorriso.