Grande parte dos casos de perda óssea acontece em pacientes já na terceira idade. No entanto, eles não são os únicos. Segundo a dentista Katyuscia Lurentt, esse quadro pode ocorrer em pacientes de todas as idades, variando conforme o caso de cada um. Quando o diagnóstico não é feito, é possível que a perda óssea provoque outros problemas bucais. Conversamos com a profissional para entender mais sobre essas causas da perda óssea e a melhor forma de prevenção.

Periodontite é a causa mais comum de perda óssea

A lista de possibilidade que levam ao quadro de perda dentária é grande. Entres estas, a periodontite é considerada como a mais comum de retirar esse osso de suporte do dente. Além disso, uma mordida não favorável, trauma dentário e diabetes também podem ser destacados. E a grande consequência desse quadro, de acordo com a odontologista, é a mobilidade dos dentes.
Isto acontece por conta da perda do osso que leva à perda da sustentação do dente. “Quanto maior a quantidade de osso perdido, maior será a mobilidade e a dificuldade de alimentação com o elemento dentário”, destaca ela. E esse quadro afeta diretamente a função mastigatória. Outro problema é a estética, que fica comprometida com a diminuição do osso, causando a retração da gengiva.

Mobilidade dentária é uma das consequências da perda óssea

Segundo a especialista, a perda óssea não pode causar o estreitamento dos dentes, ou seja, a redução de espaço e tamanho desses elementos. “O que ocorre é que com a perda óssea o dente fica com aparência de alongado, pois há uma retração da gengiva expondo a raiz do dente”, explica Katyuscia Lurentt. No entanto, o quadro pode trazer outros prejuízos para a saúde bucal. Entre eles, podemos destacar:
- Perda dos dentes: os elementos dentários ficam sem suporte, acontecendo, como consequência a mobilidade;
- Mau hálito: nos casos em que a perda óssea é um resultado da periodontite;
- Perda do suporte de tecido mole: os pacientes que passam por esse quadro podem perceber uma mudança nos lábios, que vão se retraindo e criando um aspecto envelhecido.

Entenda como é feito o tratamento para a perda óssea

A perda óssea é um cenário que provoca diversos problemas bucais, tanto de estrutura como de funções. “Uma vez que a pessoa já tiver perdido uma estrutura óssea, dificilmente ela vai ser restaurada até a posição inicial”, comenta a dentista. Dessa maneira, a possibilidade de solução pode ser a realização de uma pequena cirurgia, na qual será colocado um enxerto no na área. Entretanto, a profissional esclarece que o principal tratamento é a prevenção. Seguir os cuidados bucais de higiene durante a rotina e manter as visitas regulares ao consultório são primordiais. “Podem ocorrer perdas ósseas de diferentes graus de gravidade e, assim, o mais indicado é procurar um profissional”, ressalta Katyuscia.