Devido a correria do dia a dia ou até mesmo preguiça, muitas pessoas acabam pulando o momento da higiene bucal na frotina. No entanto, a falta de limpeza dos dentes e gengivas não causa apenas mau hálito. Deixar em segundo plano essa tarefa pode resultar em diversos problemas bucais, como o aparecimento de tártaro. Você sabe quais complicações esse quadro pode trazer? A dentista Bruna Nobre Nogueira trouxe explicações e orientou sobre o que fazer.

Saiba como acontece o aparecimento do tártaro

A placa bacteriana é resultado dos restos de alimentos e bactérias que se acumulam sobre os dentes e gengiva, pois não foi feita a higiene correta. “Essa placa bacteriana não removida endurece com o passar do tempo, dando origem ao tártaro”, define a profissional. Por isso, compreende-se que o grande influenciador para o aparecimento do tártaro é a má limpeza da cavidade bucal. A odontologista destacou exemplos ligados a esse quadro, como a falta de uso de fio dental diariamente, escova dental antiga e escovação incorreta. “São alguns dos fatores que dificultam a remoção da placa bacteriana, propiciando o acúmulo de tártaro”, completa ela.

Quais são as possíveis complicações de um quadro de tártaro?

Após instalado, o tártaro não pode ser removido pelo paciente, sendo necessário ir ao consultório do dentista. Então, muitos pacientes podem permanecer por mais tempo com esse quadro sem tratamento. “Quando não removido, o tártaro pode causar irritação nas gengivas, que ficam avermelhadas, com inchaço e sangramento”, esclarece Bruna. Por sua vez, acontece um quadro de gengivite que, se não tratada, pode evoluir para uma periodontite. Segundo a profissional, nesse caso é observada a perda da estrutura óssea, responsável por sustentar os dentes. Dessa maneira, o paciente pode perceber o amolecimento deles e até perdê-los.

Veja como é feito o tratamento para o tártaro

Assim como ressaltado acima, o tártaro só pode ser removido pelo cirurgião-dentista. O tratamento consiste na raspagem, na qual todo o tártaro será retirado. “Após a remoção, o profissional realiza o polimento da região para facilitar a limpeza”, destaca a odontologista. Para continuar com a saúde bucal em dia, o paciente deve manter a higiene correta diária de seus dentes e gengiva. E nessa tarefa, ele deve contar com a ajuda da escovação após as refeições e o uso do fio dental. “Os enxaguantes bucais também podem ser utilizados para auxiliar no combate ao tártaro, pois eles possuem em sua fórmula, substâncias que ajudam a diminuir a quantidade de bactérias na cavidade oral”, orienta Bruna.