A vontade de morder alguma coisa, refrescar o hálito ou sentir um gostinho doce: para muitos, mascar chiclete já é vício. As conhecidas gomas de mascar se tornaram queridinhas pela sua capacidade de aliviar o estresse e de tirar o mau hálito. Todos adoram! Mas os pacientes que usam aparelhos ortodônticos não podem dizer o mesmo. O uso de chicletes ou balas pegajosas são contraindicadas para eles pelo riscos que podem causar ao tratamento. O ortodontista Djalma Faria explica como que a alimentação muda quando se usa aparelhos dentários e com quais cuidados prestar atenção. Confira!

Cuidado com a alimentação durante o tratamento ortodôntico

É difícil imaginar ir ao cinema sem pipoca, mas para eles todo cuidado é preciso. Os pacientes que usam aparelho ortodôntico precisam tirar os milhos estourados de suas rotinas de entretenimento. O mesmo serve para o amendoim, o pé-de-moleque e basicamente alimentos mais duros. ”Pacientes com aparelho ortodôntico precisam ter uma alimentação mais pastosa. É necessário também partir bem as comidas, para não que haja quebra dos braquetes e acessórios”, explica o doutor Djalma.

O chiclete sem açúcar pode ser uma opção?

Sim e não. Para aqueles que não usam aparelhos dentários, os chicletes sem açúcar são sim uma opção melhor, já que não provocam cárie, aquela pontinha preta e que causa muitos problemas aos dentes. O tipo sem açúcar usa uma substância que dá o mesmo gosto do açúcar, mas que não é capaz de ser fermentada, impedindo assim a formação das lesões nos dentes. Mas para aqueles que tem o sorriso metálico, tanto esse tipo de goma quanto as açucaradas não são indicadas. Isso porque, por elas serem duras e pegajosas, podem quebrar a aparelhagem.

Quais são os riscos?

Mesmo depois de ler, ainda está pensando se deve ou não abrir aquele pacotinho de chicletes? É melhor pensar com muito cuidado antes. O ortodontista alerta: “Algumas substâncias do chiclete podem quebrar ou descolar bandas e acessórios durante a mastigação”. Nesses casos, é necessariamente imediato que o paciente procure o ortodontista responsável pelo caso para que ele avalie os procedimentos que devem ser seguidos.

Atenção às orientações do seu dentista

Os dentistas orientam que os pacientes sigam as recomendações dos alimentos e que mantenham uma boa rotina de limpeza oral. “Higienizar corretamente os dentes, após cada refeição. Lançar mãos de escovas apropriadas (ortodônticas, bitufos, interdentais), utilizar enxaguatórios bucais antes de dormir e passar fio dental”, indica Djalma Faria. É sempre necessário ter o acompanhamento de um profissional para cada caso, não se esqueça de se consultar com um!

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Djalma Faria - Ortodontista e Especialista em Visagismo Facial
Campinas - SP
CRO-SP: 59104