Produto Relacionado:
Escova Dental Oral-B Pro-Saúde Ultrafino
Escova Dental Oral-B Pro-Saúde Ultrafino
Compre aqui

Ele está lá e você, aparentemente, não fez nada para tê-lo. Mais comum em mulheres, o sorriso gengival pode ser um verdadeiro incômodo para quem se olha no espelho e só consegue ver um desequilíbrio estético entre dentes, boca e gengiva. Mas por que isso acontece? Conheça as possíveis causas desse problema e descubra como solucioná-lo com a ajuda do dentista Johnathan Marcondes.

Mais gengiva do que deveria

Se, ao sorrir, a exposição da sua gengiva é maior que 4 milímetros, você pode dizer que tem um sorriso gengival. Apesar de ser uma condição desagradável, é importante lembrar que ela não oferece nenhum risco à saúde bucal do paciente, mas é influenciada por diversos fatores, desde os mais comuns até os mais complexos.

Um problema, vários motivos

As razões que levam ao surgimento de um sorriso gengival, segundo Johnathan, podem ser problemas musculares, esqueléticos e gengivais. Mesmo que cada caso tenha sua justificativa, lábios pequenos, excesso maxilar e hipertrofia gengival são possíveis explicações.

“O problema pode ser genético ou pode se desenvolver durante o período de crescimento da pessoa devido ao alongamento da face”, esclarece. Ainda de acordo com o especialista, outros motivos são inflamações na gengiva, uso de medicamentos e projeção horizontal do maxilar. Ainda assim, não importa qual seja a causa, se seu sorriso te incomoda, saiba que é possível torná-lo esteticamente bonito.

O sorriso gengival tem solução

A boa notícia é que para cada caso existe uma alternativa de tratamento. “Até para os que apresentam um grau acentuado (em que 60% a 70% da gengiva fica a mostra) a correção é possível”, explica o especialista. Agora, para saber qual opção é a mais adequada, procure um dentista de confiança e discuta as possibilidades. O que importa é que a sua saúde seja preservada e sua autoestima faça as pazes com você de uma vez por todas.