A perda óssea é o desgaste do osso alveolar, um problema que atinge muitos pacientes, na sua maioria, idosos. No entanto, ela também pode surgir em pessoas mais jovens que não praticam uma boa higiene bucal e acabam desenvolvendo a periodontite, doença que ataca o periodonto - conjunto de tecidos que sustentam e nutrem o dente na cavidade bucal. De qualquer forma, o cenário acaba sendo um problema para o seu sorriso. O especialista Sérgio Siqueira explica a melhor terapia para o seu caso.

A importância do osso e seus ligamentos

De acordo com Sérgio, os dentes não são fixos no osso dos maxilares como um prego é na parede. Existe uma espécie de “malha” de colágeno que fixa a raiz dental ao osso, cujo o nome é ligamento periodontal. "Graças a ela que sentimos consistência de um alimento e é por ela também que os dentes podem ser movimentados pela ortodontia", esclarece. Por isso devemos manter o osso e seus ligamentos saudáveis para garantir resistência aos dentes. Como fazemos isso? Com uma boa higiene bucal, é claro. 

Qual é o melhor tratamento para a perda óssea?

As opções de tratamento vão depender bastante do grau de desgaste ósseo. Em perdas consideradas menores, a terapia é menos complexa. "Envolve a descontaminação da superfície radicular e o acompanhamento clínico e radiográfico", afirma o dentista. Por outro lado, defeitos ósseos que podem comprometer a sustentação do dente, vão precisar fazer a recuperação do osso – formado por cemento e ligamento periodontal.

O especialista conta que antigamente acreditava-se que preenchendo o defeito ósseo através de enxertos de diferentes materiais, o dente estaria salvo. "Essa era uma visão distorcida e limitada que tínhamos devido ao conhecimento da época", garante. Hoje em dia, a técnica mudou e se tornou ainda mais moderna para a perda óssea maior. "É feito através de uma pequena cirurgia que acessa a área, descontamina a raiz e aplica-se um biomaterial que orientará, no nível celular, a formação de um novo osso e novo ligamento periodontal". O sonho de todo paciente e periodontista hoje já é presente nos consultórios. 

Quando devo procurar um dentista?

Não é difícil perceber que o seu osso alveolar, aos poucos, está se desgastando. Basta ficar atento aos sinais, como sangramento na gengiva, um espaço maior entre os dentes, acúmulo de restinhos de alimentos em lugares que antes não havia, movimentação dentária, hipersensibilidade e o alongamento dos dentes. Assim que notar essas sintomas, não deixe de procurar o seu dentista ou um especialista em periodontia