Fazer a higiene bucal pode ser muito tranquilo para alguns e um desafio para outros. Muitos pacientes encontram dificuldades ou cometem erros bobos na hora de realizar esse hábito, como aplicar muita força durante a escovação, escovar os dentes em menos de dois minutos ou não realizar os movimentos necessários ao longo da limpeza. Para estes casos, os profissionais indicam uma ótima solução: a escova de dentes elétrica. A dentista Francine Figueiredo explica por que essa ferramenta é considerada a melhor escolha.

De que maneira a escova de dente elétrica ajuda o paciente?

Tem gente que não conhece o modo correto de escovar os dentes, e até mesmo quem domina a técnica, mas sempre acaba esquecendo de escovar um lugar ou outro. Se você se enquadra em um desses perfis, a escova de dentes elétrica é a ajuda que estava faltando na sua higiene. Ela é bem simples de ser manejada e nem precisa de muito esforço, já que o próprio objeto faz a maior parte dos movimentos. Muitas até possuem um sistema super tecnológico que controla a força da escovação e o tempo que o paciente precisa para concluir a limpeza. “É bastante fácil de utilizá-la, além de ser, em alguns casos, até motivadora para o desenvolvimento do hábito”, afirma a especialista. 

Ela é indicada para muitos casos

De acordo com Francine, a escova de dentes elétrica pode ser indicada em muitos casos, como pacientes que possuem dificuldades motoras ou problemas periodontais. “Ela é muito eficiente na remoção da placa bacteriana, além de não requerer muito esforço para realizar os movimentos e ter a cabeça bem pequena, ideal para regiões de difícil acesso, como os dentes posteriores”, explica. O produto também pode ser uma importante ferramenta para crianças e idosos que têm um certo grau de dificuldade para realizar a escovação.

Como utilizar corretamente a escova elétrica?

Apesar dessa ferramenta ser bem simples de ser utilizada, é sempre bom ouvir as orientações do seu dentista para garantir uma higiene ainda melhor. Francine explica o ritual em apenas quatro passos.

1) Coloque as cerdas da escova com o creme dental contra a superfície dos dentes antes de ligá-la.

2) Quando a ferramenta estiver ligada, movimente a escova na superfície vestibular (na parte de fora) de todos os dentes.

3) Depois de escovar toda a área externa, passe para a superfície lingual (de dentro dos dentes inferiores) e palatina (de dentro dos dentes superiores).

4) Por último, escove a superfície oclusal (de mastigação) sem fazer muita força.

Não deixe de trocar a cabeça da escova a cada três meses!