Pode começar com um incômodo ao mastigar ou um inchaço na gengiva. Os dentes sisos são os últimos a erupcionarem na cavidade bucal, posicionados no final da arcada superior e inferior. A principal dúvida relacionada a eles é se existe necessidade de extrair e por quê? Acontece que, dependendo do posicionamento e espaço disponível para eles, esses dentes podem provocar mudanças na cavidade oral. Veja as explicações do dentista Alexandre Bussab sobre o assunto e o que fazer ao nascimento dos sisos.

Saiba quando nascem os dentes sisos

Conhecidos como os dentes do juízo, os sisos são denominados como os terceiros molares. “Os dentes dos sisos são os últimos a irromper na cavidade oral, que ocorre por volta dos 18 anos de idade”, explica o especialista. Por acontecer nessa fase da vida, todos os demais dentes já estão presentes na arcada dentária do paciente. Dessa maneira, assim que eles começarem a apontar ou aparecerem os sintomas iniciais, como inchaço e dor, é preciso procurar o dentista. “Havendo espaço suficiente na arcada dentária para o dente se acomodar, não há necessidade da remoção, porém, quando não há espaço a solução é extraí-lo”, orienta ele.

É verdade que os sisos podem entortar os dentes da frente?

Por serem os últimos a nascerem, os dentes sisos podem acabar provocando movimentações indesejáveis no restante do sorriso, especialmente para os pacientes que já possuem a arcada sem lugar. “Quando não há espaço, o dente do siso, ao irromper na cavidade oral, pode provocar dor e desalinhamento dos dentes vizinhos, trazendo desconforto ao paciente”, esclarece o odontologista. Por isso, o profissional afirma que, na realidade, os sisos não são capazes de entortar os dentes da frente. Caso o paciente apresente a mudança de posição nessa área da boca, uma das causas possíveis é o crescimento da mandíbula.

Conheça as soluções para esse quadro

Assim como destacado acima, quando os incômodos com o nascimento do siso iniciarem é importante marcar uma consulta ao dentista. Dessa maneira, o profissional poderá fazer uma avaliação do seu caso individual, contando com a ajuda de radiografias para verificar o posicionamento dos dentes. Para os pacientes que não tiveram esse cuidado e já apresentam uma movimentação dos dentes vizinhos, a solução é outra.
“O tratamento indicado quando à falta de espaço para a acomodação do siso seria a extração”, destaca Alexandre. Já nos casos em que os dentes tenham ficado entortados, uma possível correção pode ser através do tratamento ortodôntico, que corrigirá a oclusão e posicionamento do sorriso.