Você finalmente tomou iniciativa e vai fazer clareamento dental. Seu dentista aconselhou o procedimento caseiro por ser um caso mais simples e seguro. Mas daí você logo ficou cheio de dúvidas sobre o assunto. Será que ele é seguro mesmo sendo feito em casa? Ele pode causar algum dano para o sorriso? Não dá para arriscar sua saúde bucal quando tantos questionamentos rondam sua cabeça. Por este motivo, o especialista em dentística Vinicius Barçal ajuda a esclarecer todas as questões que envolvem essa técnica.

As vantagens da técnica caseira

Apesar de ser uma escolha do paciente em fazer o clareamento, a técnica precisa ser indicada pelo dentista. Barçal explica que tudo vai depender do motivo que causou as manchas. No caso, o procedimento caseiro é indicado para dentes naturalmente escurecidos, manchados por corante ou por algum trauma. As principais vantagens desta técnica envolve praticidade, custo reduzido, agentes clareadores menos concentrados e pode ser empregada em vários dentes ao mesmo tempo. Outra curiosidade é que o clareamento caseiro não usa uma fonte de calor externa, apresenta um boa resposta inicial e efeitos reversos muito baixos.

Existem riscos?

Por se tratar de um procedimento conservador, o profissional explica que o clareamento não apresenta riscos quando é bem indicado e feito sob supervisão de um dentista. O único efeito colateral mais comum durante o tratamento é a sensibilidade dentária. “Ela deve ser relatada ao dentista, que então avaliará a necessidade de intervir com aplicação de flúor, dessensibilizantes ou cremes dentários”, comenta. Em casos mais graves e raros pode acontecer a suspensão do tratamento.

Vale ressaltar também que o procedimento vai exigir cuidado do paciente, já que o gel clareador pode causar queimaduras na gengiva se for aplicado em excesso e de forma incorreta. “Por isso é importante seguir todas as recomendações dadas pelo seu dentista e não realizar este tratamento por conta própria”, atenta. Não arrisque seu sorriso com técnicas mirabolantes, como o uso de água oxigenada ou limão. Essas substâncias só trarão problemas para os seus dentes.

A fórmula para um clareamento de sucesso

Não há mistério se você realizar esse procedimento com a ajuda de um especialista. É ele quem vai receitar toda a técnica e dizer o passo a passo de como fazê-la. Basta seguir suas recomendações à risca e comparecer às consultas para acompanhar o caso. "Também é importante o paciente apresentar uma boa saúde bucal e fazer um bom controle de higiene”, lembra o especialista.

Outros detalhes do procedimento

O dentista fará a confecção da moldeira, que é personalizada e única para cada paciente. No acessório, você pode aplicar o gel clareador em casa sob as orientações do profissional, como a quantidade e forma de aplicação do produto. Na primeira consulta, o dentista também registra a cor inicial dos dentes e indicará todos os cuidados com a higiene bucal e alimentação durante o procedimento. “Será preciso também a realização de consultas periódicas ao longo do tratamento, para acompanhar de perto a evolução do clareamento, avaliando a necessidade de intervenções”, finalizou.