Você já deve ter ouvido falar muito e até lembra que na infância precisou ir ao dentista porque estava com cárie. Mas será que se te perguntassem você saberia responder exatamente do que se trata a doença e seus principais fatores de risco? Se há alguma dúvida, prepare-se para esclarecer tudo agora com mais um vídeo Pergunte ao Dentista. O profissional convidado para o tema é o Dr. Sérgio Siqueira Júnior. Confira!

O que é a cárie dental?

O profissional explica que a cárie é a doença que mais prevalece na população mundial. Incrível, não? "Ela é causada pela presença de açúcares na boca, juntamente com a presença de um determinado grupo de bactérias", explica. A doença é tão séria e preocupante que, em alguns casos, pode levar à perda do dente. A dica é evitar o excesso de açúcar em sua dieta e sempre manter contato com seu dentista para evitar o surgimento dessa temível doença bucal.

Qual a relação da placa bacteriana com as cáries?

"A placa bacteriana é a grande responsável pela maioria dos problemas que acomete a boca, seja de ordem gengival ou dental", comenta. Por isso, o grande desafio é eliminar essa placa bacteriana dos dentes ou diminuí-la ao máximo. Dessa forma, você reduz consideravelmente as chances de desenvolver as doenças bucais.

Quais alimentos são os mais prejudiciais para os meus dentes?

Tem momento que é inevitável comer um doce. Mas são eles os alimentos mais prejudiciais aos dentes por serem ricos em açúcares. E o profissional ressalta ainda que não é só aquele necessariamente adocicado como chocolate ou balas, mas os carboidratos de uma maneira geral entram nessa lista. "É mais prejudicial para a dentição a frequência com que esse açúcares são ingeridos. Assim, se você tiver vontade de comer um doce é melhor que ele seja ingerido depois de uma grande refeição, do que um docinho a cada hora". Boa dica, não?

Como posso evitar a cárie?

Para a cárie surgir é preciso a junção da placa bacteriana e dos açúcares. "Se você remover um desses dois fatores de equação você não terá cárie". É preciso a remoção da placa bacteriana todos os dias, seja através de escova, creme dental, fio dental e enxaguatórios, mas também é importante o controle da sua dieta. "Eliminar é difícil demais, mas é preciso evitar a frequência do açúcar".

Em que idade a cárie é mais comum?

A cárie é mais comum na chamada primeira infância, podendo se estender até os 10 anos de idade. Nessa fase, as crianças têm mais dificuldade de escovar os dentes e até falta de uma coordenação motora adequada e, consequentemente, dificuldade na remoção de placa bacteriana. "Por outro lado tem a facilidade do consumo de açúcar", conclui.