Muita gente sente incômodo e até vergonha em conviver com as lesões do herpes simples na boca. Por estar em um lugar bem visível, essas bolinhas acabam prejudicando o bem-estar e até mesmo a autoestima do paciente contagiado. Apesar de não ter cura para a doença, existem algumas formas de prevenir o aparecimento das temidas feridinhas. Quem conta todos esses cuidados para o Sorrisologia é a coordenadora do departamento de Laser da Sociedade de Dermatologia do Rio, Cláudia Sá.

1- Controle seu emocional

Os fatores emocionais e o estresse podem influenciar e muito na imunidade da pele e facilitar o aparecimento do vírus que está dormente ou aparentemente inativo. Muitas vezes não há como evitar os momentos estressantes, pois nossas vidas estão repletas de problemas no dia a dia, mas Cláudia dá uma dica para evitar as possíveis lesões. "O ideal é ficar atento para iniciar o tratamento quando aparecer os primeiros sintomas".

2- Nos dias mais quentes, fuja do sol

Os dias de verão são cruéis para os portadores do herpes labial. Mas para não se irritar com o aparecimento das bolinhas, a melhor forma de proteção é atenuar os efeitos do sol. "Usando filtro solar labial e reaplicando frequentemente o produto para que o sol não faça uma queimadura solar no local". Esta prevenção também é boa para evitar outras doenças causadas pela exposição solar crônica, como o próprio câncer de pele.

3- Adote uma alimentação saudável

A dermatologista conta que a alimentação em si não influencia diretamente nas lesões causadas pelo herpes, mas praticar uma dieta balanceada colabora para prevenir o aparecimento das mesmas. "Uma alimentação rica em frutas e legumes ajuda a fortalecer o sistema imunológico e a controlar o surgimento de lesões". Evitar o consumo de alguns nutrientes ácidos, como abacaxi, limão, também amenizam o desconforto e dor nas feridas.

Pratique a prevenção e proteja-se do herpes

"A melhor forma de evitar o surgimento do herpes é prevenir de se contaminar com outras pessoas portadoras do vírus", afirma Cláudia. O compartilhamento de talheres sem lavar, batom, escovas de dentes, copos, entre outros objetos propiciam a contaminação. Como alguns outros vírus, o contato pessoal e a falta de higiene favorecem a disseminação destas doenças. Tome cuidado e proteja seu bem-estar praticando atitudes bem simples como estas.