Qualquer problema que surja em nosso universo bucal causa um incômodo danado. Muitas vezes dói, outras vezes dificulta a fala ou a alimentação. Uma dessas complicações é a fístula. Muito semelhante à afta, é um sinal clínico de que na região de seu aparecimento existe infecção em atividade. “O aparecimento de uma fístula, geralmente, têm os dentes e/ou raízes da região como agentes causadores", explica o dentista Miguel Monteiro.

Pode aparecer em outras regiões 

Fístulas são bolinhas que podem surgir no interior da boca, como nas gengivas. Elas também aparecem na região do rosto e que pode, de alguma forma, ter contato com a saliva infectada. Essas feridinhas possuem o risco de deixar algumas sequelas e sintomas indesejáveis. "Elas podem surgir sem manifestação de sofrimento para o portador, mas há casos como os abscessos palatais, que até a formação e rompimento da fístula promovem dor e edema".

Uma defesa do organismo contra infecções

O profissional relata que a fístula odontológica não é uma doença oral, como a cárie ou a periodontite, mas sim um sinal de infecção ocorrido pela evolução destes e outros problemas bucais. "Fístula é uma forma de defesa do organismo na sua luta contra as infecções. Onde existe fístula na região há certamente infecção".

Com um bom tratamento essas bolinhas podem sumir

Miguel garante que visitando um dentista e fazendo o diagnóstico do problema, as fístulas podem desaparecer em torno de três a quatro dias após o tratamento. É importante visitar um profissional assim que perceber algo de diferente na sua boca para que os cuidados sejam simples. "Existem fístulas de difícil resolução, podendo ser até cirúrgica, que são as que comunicam a cavidade oral com os seios maxilares".

É importante adotar cuidados higiênicos e clínicos

Antes que as fístulas surjam é importante prevenir as doenças causadoras do problema. Para isso, basta realizar cuidados simples, como uma boa higiene bucal com escovação, fio dental e enxaguante após todas as refeições, além das visitas regulares ao dentista. Desta forma, seus dentes e gengivas ficarão sempre saudáveis e longe de todas essas complicações infecciosas.

Use uma escova capaz de prevenir as doenças orais

Uma boa escovação é aquela feita com leveza e movimentos circulares por todos os dentes. Tudo isso fica ainda mais fácil com a ajuda de uma escova que possui cinco ações de limpeza. Ela é capaz de escovar as áreas mais difíceis, principalmente entre os dentes, e remover aquelas manchinhas superficiais que atrapalham a beleza de um sorriso. Essa ferramenta também possui limpador de língua e bochechas promovendo uma boca mais higiênica e refrescante para seu dia a dia.