A escova de dentes é um item essencial no kit de limpeza bucal diária. Além do tradicional modelo manual, há também a escova elétrica. Muitos pacientes optam por esse modelo por conta de seus benefícios, seja durante a limpeza ou na praticidade que ele oferece. Pensando nisso, muitos pacientes acreditam que a cavidade bucal acaba ficando mais protegida por conta desses benefícios. Será verdade? Veja as explicações da dentista Beatriz Bussab sobre essa dúvida.

O uso da escova elétrica traz diversas vantagens para o paciente

Os avanços tecnológicos proporcionam diversas melhorias na vida. E o momento de higiene bucal também tirou vantagem dessas novidades. Desde o lançamento, as escovas elétricas ganharam vários adeptos, especialmente por sua vantagens se comparadas com o modelo manual. “O uso da escova elétrica proporciona uma escovação mais completa para quem tem dificuldades de realizar uma boa higienização, contribuindo para uma limpeza profunda, e gengiva e dentes saudáveis”, destaca Beatriz.

É verdade que a escova elétrica deixa a boca mais protegida contra cáries?

Segundo a profissional, o item é capaz de realizar movimentos vibratórios que ajudam na limpeza profunda, removendo a placa bacteriana do sorriso e gengivas. No entanto, a escovação de dente elétrica não necessariamente protege mais a cavidade bucal contra as cáries, se for comparada com a tradicional. “Na realidade, uma boa higienização e saúde bucal se faz simplesmente com uma boa escova dental, um creme dental fluoretado e o uso diário do fio dental”, esclarece ela.

Por isso, ambos os modelos são desenvolvidos para proteger sua boca, seguindo as orientações corretas de uso e limpeza. Além disso, para quem quer começar a usar a escova de dente elétrica, é importante conversar com seu dentista para saber qual é o melhor tipo para você.

A escova elétrica auxilia pacientes com dificuldades de movimentos

Assim como ressaltado acima, o uso da escova elétrica apresenta diversas vantagens. Para completar, o item consegue ser uma melhor solução para pacientes com dificuldades de movimentos e para quem tem dúvidas sobre a correta maneira de escovar os dentes. “Ela auxilia na higienização de pessoas que não conseguem realizar os movimentos corretos da escovação, proporcionando uma limpeza profunda e auxiliando na prevenção de problemas gengivais como a gengivite e a periodontite”, comenta a odontologista.
Mas, para ter uma higiene bucal eficaz, é preciso contar com a ajuda do fio dental, diariamente, fazer três escovações diárias e manter as visitas regulares ao dentista, a cada seis meses. Assim, sua saúde bucal fica em dia e livre de problemas.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Beatriz Bussab - Cirurgiã-dentista
Osasco - SP
CRO-SP 125369