Fazer aquela higiene bucal com a escova de dentes comum é a melhor forma de acabar com as cáries, acúmulo de placa bacteriana e se prevenir de doenças inflamatórias, como a gengivite. Mas há pessoas que encontram dificuldade em caprichar nos movimentos, seja pela idade ou dificuldade motora, e não conseguem realizar este hábito de forma correta. É por essas e outras que a melhor solução se torna o uso da escova elétrica. Ela possui uma série de movimentos diferenciados capazes de facilitar o ritual higiênico de qualquer um. 

Mais movimentos por minuto

Sabe qual é a melhor parte de adquirir uma escova moderna com toda essa tecnologia elétrica? É que ela pode fazer, praticamente, a maior parte da escovação por você. Basta segurar o cabo e a ferramenta realiza 48.800 movimentos por minuto, removendo até 100% da placa ao longo da linha da gengiva. Você fica apenas com o trabalho de manejar a escova para os lados. Bom demais, né? Excelente para crianças que estão em fase de crescimento, idosos e pessoas que possuem algum tipo de dificuldade em realizar essa tarefa. 

Ação em 3 dimensões

Não existe nada melhor para o dentista que ver o paciente fazendo uma limpeza eficiente todos os dias, até 30 minutos após as refeições. E por que não realizar essa higiene com uma escova elétrica? Ela possui uma tecnologia 3D que gira, vibra e quebra a placa bacteriana, já acumulada nos dentes, para, em seguida, varrer todo o excesso que foi retirado do sorriso. Além de facilitar esse momento, a ferramenta protege seu universo bucal de bactérias invasoras e doenças como a gengivite e periodontite, que comprometem a estrutura e vida do seu dente.

Cerdas que ajudam na limpeza

As cerdas também possuem um grande papel na limpeza da boca. Sem elas, o paciente não conseguiria escovar os dentes, língua, gengiva, bochechas e viveria à mercê de todas as bactérias vilãs. Nada bom, não é mesmo? Mas ainda bem que existe e essa parte na escova elétrica tem um grande diferencial. Com uma cabeça pequena e arredondada, ela cobre cada dente e elimina a placa bacteriana facilmente, ainda mais com a ajuda de todos os movimentos. Tudo para o seu sorriso ficar bem brilhoso e sem aquelas machinhas superficiais.

Troque o refil a cada 3 meses

Já foi falado aqui no Sorrisologia que para manter a mesma eficiência em toda escovação é preciso mudar de escova regularmente, de três em três meses. Com a ferramenta elétrica é a mesma coisa, mas com um detalhe diferente e mais econômico. A parte substituída é a penas da cabeça com as cerdas, chamada de refil. Fazendo essa substituição no tempo certo, sua higiene bucal será sempre a mesma e os movimentos da escova elétrica continuarão eficientes. Sorria! A escova elétrica é um ótimo investimento para os seus dentes.