Muito se houve falar sobre a importância do consumo de cálcio para o fortalecimento dos ossos do corpo, como também uma maneira de prevenir a osteoporose. No entanto, o que muitos não se atentam é que esse mineral é essencial para os dentes. Por conta dos possíveis desgastes na cavidade bucal durante a rotina, essa reposição é sempre muito indicada. Mas como fazê-la? A estomatologista Dulce Cabelho conversou com o Sorrisologia e contou como é possível fazer a reposição de cálcio através de alguns hábitos. Veja a seguir!

Qual é a importância do cálcio para os dentes?

Segundo a dentista, o cálcio é importante durante a formação dos dentes na infância até a adolescência, fase em que é concluída essa etapa. “Ele é o responsável pela deposição e mineralização do esmalte na coroa dental”, explica Dulce. Por isso, observar seus dentes é uma maneira de perceber se essa substância está em carência nessas estruturas na cavidade bucal. “Se houver trincas, manchas, fraturas ou cavidades nos dentes é certo que há carência de cálcio”, destaca ela.

Saiba como é possível fazer a reposição de cálcio dos dentes no dia a dia

De acordo com a estomatologista, a reposição de cálcio nos dentes não pode ser realizada no consultório do odontologista. “Se o dente já estiver formado, não existe a possibilidade de reposição de cálcio, pois o esmalte já está mineralizado e depositado”, esclarece. Mas, para suprir essa carência é possível recorrer à alimentação. “Diariamente, 400mg de cálcio saem da corrente sanguínea e são depositados nos ossos através de trocas metabólicas”, diz. É preciso que o paciente mantenha os níveis de absorção por meio do consumo de alimentos compostos por cálcio. Entre eles, destacamos os derivados do leite, peixes e algumas verduras.

Como o paciente pode contribuir para manter o nível de cálcio no dente?

O cálcio não pode ser reposto nos dentes. No entanto, há maneiras do paciente cuidar do nível desse mineral em seu sorriso. “O cálcio nos dentes mantém-se em níveis elevados se o esmalte não sofrer desmineralização devido à presença de cárie”, destaca ela. Para isso, ter uma higiene bucal correta diária, uma alimentação equilibrada e manter as consultas regulares, são cuidados essenciais para se manter longe de problemas com cáries.

Lembre-se sempre de não deixar o fio dental de lado, ele faz todo diferença! “Outro fator que pode levar à porosidade do esmalte é o uso excessivo de cremes dentais clareadores sem orientação profissional”, alerta Dulce. Pensando nisso, qualquer dúvida ou esclarecimento que você precisar, não deixe de conversar com seu dentista. O profissional irá analisar seu caso em particular e indicar o melhor tratamento.