O adjetivo “branco” pode ser até muito bem-vindo para descrever um sorriso, mas, quando o assunto é a língua, ele ganha outro significado e, dessa vez, não muito positivo. Aquela famosa camada esbranquiçada, conhecida pelos dentistas como saburra lingual, pode ser um indicativo de que a higiene bucal não está sendo feita da forma correta. A solução, no entanto, não envolve nenhum mistério. Para isso, a manutenção de bons hábitos faz toda a diferença. Quer se ver livre desse problema? A dentista Patricia Pereira explica como.

O que é a saburra lingual?

Antes de descobrir como dar adeus a esse incômodo, é importante entender o que ele significa. A saburra é formada basicamente por bactérias e pedacinhos que se desprendem da parte interna da boca. Essa combinação pode ser uma das causas do mau odor proveniente da halitose, um problema sério que, por sorte, tem jeito. O segredo para melhorar a saúde bucal, nesse caso, começa com cuidados básicos como escovar a língua e os dentes da maneira correta.

Acabando com o problema

Patricia esclarece que, caso a saburra lingual venha associada à diminuição do fluxo salivar, a indicação é investir em hidratação e aumentar o consumo de água diário. “É importante lembrar que é necessário pesquisar a fundo a causa desta diminuição de quantidade de saliva”, ressalta. Outro motivo para o aparecimento do problema são as doenças sistêmicas e infecciosas. “Esses casos também devem receber atenção com uma ação conjunta entre médico e odontólogo”. Por isto, não pense duas vezes e procure os profissionais certos que vão te ajudar na tarefa de dar fim a esse incômodo bucal.

A dentista explica que o primeiro passo, ainda assim, é simples. “Identificada a origem, inicialmente se aconselha a higiene da língua”. Segundo ela, as cerdas da escova de dente ou os conhecidos limpadores de língua são os indicados para higienização. Além disso, o que comemos pode auxiliar na limpeza. Quem diria, né? Alimentos ricos em fibras são vistos de forma positiva no combate à formação de muco. “Frutas e verduras menos "grudentas", como maçã, goiaba, morango e cenoura facilitam a remoção e não permanecem na superfície da língua”, explica.