Produto Relacionado:

Muitos fatores podem levar à perda de um dente ou fazer com que ele se quebre. Além de prejudicar a beleza do seu sorriso, isso também pode prejudicar outras funções, como a sua mastigação. Ninguém merece né? A boa notícia é que você não precisa conviver com essa situação. Existem diversas técnicas de restauração que podem ser usadas para deixar seu sorriso completo novamente. Você já pode ter ouvido falar das técnicas coroa, pivô e jaqueta. Mas sabe o que significa cada uma? O especialista Claudio Heliomar explica!

Coroa: reconstrói a parte visível do dente

Quem acompanha o Sorrisologia já sabe que coroa é um termo que pode ser utilizado para definir a parte do dente mais visível, que fica exposta na cavidade bucal. Porém, outro sentido em que esse termo também é empregado é para definir um certo tipo de restauração indireta, ou seja, protética. “Ela reconstrói toda a porção visível do elemento dentário (coroa), restabelecendo sua forma, cor e função”, explica o profissional. Isso pode ser realizado através de materiais como resinas, cerâmicas e metais associados a cerâmicas.

Você pode já ter ouvido falar de alguém que precisou fazer uma “jaqueta” no dente. “Que nome estranho”, você pode ter pensado. Porém, apesar de ter um nome diferente, esse termo é utilizado para o mesmo processo que a coroa, o que pode confundir algumas pessoas. A diferença entre eles, segundo Claudio, é que esse termo já está caindo em desuso nos consultórios. “Coroa é o termo atual e mais utilizado na linguagem odontológica moderna”, afirma ele.

Pivô: hoje em dia a peça é confeccionada separadamente

Assim como a jaqueta, o pivô também é um termo muito usado no passado, mas que já não está mais sendo tão usado hoje em dia. “Pivô também é um termo em desuso e com a evolução científica e tecnológica da odontologia restauradora estética não mais realizado na prática clínica”, afirma ele. Tratava-se de uma modalidade protética restauradora composta de coroa e um pino intra-canal em uma única peça. A diferença é que atualmente os pinos intra-canais e coroas são elementos restauradores confeccionados separadamente.

A higiene bucal com prótese deve ser como habitual, mas é preciso ainda mais cuidado!

A higiene bucal para os pacientes que usam próteses deve ser realizada como de costume. O importante é dar uma atenção extra para as áreas de cimentação e os pilares. Fio dental e escova interdental podem ser uma boa opção nesse momento. Além disso, não esqueça de fazer visitas de rotina ao dentista para conferir se está tudo bem. Cuide bem do seu sorriso e fique longe de possíveis problemas! Lembre-se sempre de conversar com seu dentista para entender as técnicas mais adequadas para o seu caso e os principais cuidados após realizar o procedimento.