Quando os pais menos esperam os primeiros dentes dos filhos nascem e logo ficam moles. É crucial cuidar do sorriso da criança. Além de prevenir doenças, como a cárie, acaba sendo um treinamento para garantir uma boa higiene bucal, como explica a odontopediatra Lais Rueda. "É na dentição de leite que se inicia o desenvolvimento dos hábitos de higiene oral que serão fundamentais para garantir a saúde bucal do indivíduo durante toda a vida".

Dentes decíduos precisam de cuidados

Conhecidos pelos dentistas como dentes decíduos, primários ou temporários, os dentes de leite desempenham diversas funções e são os primeiros a surgirem na cavidade oral. "Eles são essenciais na mastigação, fonação e são responsáveis por guiar a erupção dos dentes permanentes, permitindo o desenvolvimento adequado dos arcos dentários". Por isso os primeiros dentinhos merecem tantos cuidados quanto os permanentes que surgirão depois.

O dente tem seu tempo para cair

O processo de amolecimento do dente de leite que leva à sua queda é chamado de exfoliação. "Alguns pais ficam ansiosos e querem antecipar o processo, mas não há indicação. O processo é natural, gradativo e lento, não havendo necessidade de intervenção". Mas se o dente estiver atrapalhando a mastigação da criança, pode ser necessária uma forcinha, mas com algumas condições. "Os pais podem tirar o dente percebendo que ele está bem molinho, até pra não correr o risco da criança engolir. Mas não deve tirar assim que ele ficar mole, pois é preciso respeitar o tempo certo até que o outro erupcione". Consulte um profissional e tire todas as dúvidas.

Após o dentinho cair os cuidados permanecem

A cicatrização é rápida e não há sensibilidade dolorosa. Mas em alguns casos a profissional dá a dica. "Se a perda do dente ocorrer de maneira precoce, por lesões de cárie ou algum trauma (quedas, batidas contra superfícies duras, acidentes) os pais devem procurar um dentista para avaliar a necessidade de tratamento".

Um novo sorriso, os mesmos cuidados

A fase dos novos dentes também merece muitos cuidados. "Com a presença de um maior número de dentes, o paciente deve estar atento para que todos sejam limpos e devidamente cuidados", orienta. A recomendação é sempre a mesma: escovação com pasta fluoretada, uso de fio dental e visitas periódicas ao profissional.

Saúde bucal é transmitida de pais para filhos

Estimular uma higiene oral para as crianças é sempre algo desafiador. Mas os pais precisam começar esse processo o mais cedo possível. "Os hábitos de higiene oral acabam sendo passados de pais para filhos de maneira natural. Alguns são mais resistentes e para esses é importante tornar o momento da escovação sempre prazeroso". Para dar essa forcinha aos papais e mamães, nada melhor do que usar uma ferramenta do jeito que o seu filho gosta. As escovas de dentes infantis possuem cerdas macias, cabo antideslizante e cores e desenhos divertidos.