Muitas pessoas temem precisar realizar um tratamento de canal. Um medo que não tem motivação, uma vez que esse tratamento não causa dor, ao contrário do que alguns ainda pensam. Em certos casos, por mais que se queira evitá-lo, o canal pode ser essencial para o restabelecimento da saúde bucal. O ideal é que seja realizado o quanto antes para evitar que o quadro se agrave e, desta forma, complique as chances de tratamento... Nesses casos, será possível que o procedimento não consiga solucionar a situação? A especialista em ortodontia Viviane Ferrari conversou com o Sorrisologia sobre o assunto.

Entenda a importância de um tratamento de canal

Na maioria das vezes, o tratamento de canal é indicado porque o interior do dente, conhecido como polpa dental, está contaminado por bactérias. Essa situação é muito perigosa porque pode, inclusive, causar infecções em outras partes do corpo. “Sendo assim, o tratamento de canal não só ajuda a restabelecer a saúde bucal como também previne outras doenças pelo organismo”, afirma a profissional.

Esse procedimento tem como objetivo remover toda a contaminação que existe no interior do dente. “Assim, possibilita a restauração direta feita em uma única consulta no próprio consultório odontológico ou a colocação de um pino dentro do dente para se fazer uma coroa artificial produzida em um laboratório de prótese”, explica Viviane.

É possível que o tratamento de canal não consiga solucionar o problema?

Apesar da eficiência do procedimento, em certos casos ele pode não ser o suficiente para solucionar o quadro. Isso acontece porque existem algumas bactérias que são resistentes ao tratamento de canal. Nesse caso, pode ser necessário ainda realizar uma cirurgia na ponta da raiz do dente. Se mesmo assim não houver solução, a consequência se torna mais grave. “Então é indicada a remoção do dente”, diz a dentista.

Além disso, outro fator importante para o sucesso do tratamento é que ele seja realizado o mais cedo possível. “Caso a pessoa tenha cáries, o tratamento não deve demorar, pois conforme a cárie vai avançando, vai chegando perto do canal contaminando-o e gerando infecções”, alerta a profissional. Se o tratamento demorar muito, o dente pode ser perdido.

Qual a solução após uma perda dentária?

“Quando uma pessoa perde um dente a melhor solução é a colocação de um implante”, afirma Viviane. Na impossibilidade de colocá-lo, uma outra opção é a prótese parcial removível, que pode ser retirada na hora de higienizar os dentes. Existe também a prótese parcial fixa, na qual dentes vizinhos são desgastados para receber também uma prótese e suportar o dente que falta. “Dessa forma todos os dentes envolvidos ficam unidos”, explica.