É quase impossível encontrar alguém que não goste de doces. Você pode até não ser um fã de chocolate, mas provavelmente curte alguma outra guloseima, seja uma jujuba ou churros. Pois é, depois de uma refeição ou quando bate aquela vontade, não dá para resistir um açúcar na boca. Mas é preciso tomar bastante cuidado com essa doçura toda. Muito além de inimigo da dieta, o excesso destes alimentos não combina com a saúde do seu sorriso. Além disso, podem causar sérias doenças periodontais e diabetes.

O principal problema você já deve conhecer: cáries. A doença é uma deterioração do dente causada pela destruição dos tecidos dentais através das bactérias presentes na boca. Essas bactérias, por sua vez, utilizam os açúcares como alimento. Como resistir aos doces é quase uma missão impossível, o ideal é que após o consumo desses alimentos você faça uma higienização completa da boca, com escovação, fio dental e enxaguante bucal.

Vamos conhecer esses deliciosos vilões mais de perto e saber como eles podem prejudicar o nosso sorriso. E prepare-se... vai dar água na boca!

Chicletes e balas

Não é à toa que os profissionais aconselham seus pacientes a evitá-los, pois esses docinhos tentadores podem acumular entre os dentes gerando placa bacteriana e, claro, as famosas cáries.

Para quem usa aparelho ortodôntico a atenção dever ser em dobro. Essas delícias coloridas, por serem mais duras, podem quebrar um braquete do seu aparelho... ou pior, quebrar o próprio dente. Melhor evitar, né?

Pipoca Caramelada

Apesar de ser deliciosa, a pipoca caramelada é mais uma grande vilã. Além de ter muito açúcar, fora o leite condensado colocado por cima, ela tem um agravante: as famosas casquinhas. Quando agarram entre os dentes, o fio dental deve entrar em cena, pois a falta de limpeza adequada pode provocar o acúmulo de sujeiras. Além disso, se você é daqueles que gostam de mastigar os grãos que não estouraram, os famosos piruás, eles também podem quebrar seus dentes.

Chocolate

Ao leite, branco, misto ou crocante, o chocolate é o doce queridinho da maioria. Mas apesar de irresistível, ele pode amarelar os dentes pela quantidade de açúcar. A melhor opção é escolher os amargos ou os que têm menos cacau, mas também não quer dizer que pode comer à vontade. A quantidade recomendada é 30 gramas por dia, dessa forma ele até proporciona diversos benefícios para a saúde.

Pé de moleque

Na época de festas juninas, quem resiste aos doces típicos como o pé de moleque? Essa guloseima tipicamente brasileira pode até ser muito gostosa, mas na hora de abocanhar um pedaço, você, novamente, corre o risco de quebrar um dente ou um braquete do aparelho. Sem falar dos acúmulos de caramelo e amendoim pela sua boca. Vamos deixar esse só para as épocas festivas, combinado?

Jujuba

Essas gostosuras macias, doces ou azedinhas são uma sensação. Porém (sim, sempre tem um "porém") elas possuem um alto teor de açúcar e elementos cítricos que prejudicam o nosso sorriso, podendo causar cáries, doenças periodontais ou manchas nos dentes.

Churros

Tem coisa com mais cheirinho de infância do que churros? Comum em países hispano-americanos, o churros já leva açúcar por si só, mas no Brasil ainda foi incrementando um novo e delicioso ingrediente como recheio: o doce de leite. Alguns também optam pelo recheio de chocolate. Precisa dizer mais alguma coisa?

Higiene bucal deve estar em dia

Já deu pra perceber que abrir mão de doces não é tão fácil quanto parece. Mas quando falamos de saúde bucal, a disciplina diária de higiene é mais importante do que propriamente a quantidade de doces ingeridos. Para uma limpeza mais eficaz, recomenda-se o uso de creme dental antiaçúcar. Mas, claro, moderação é sempre bom e te livra de uma série de problemas. Deste jeito, tudo fica mais gostoso e sua vida mais doce!