Produto Relacionado:
Escova Dental Oral-B Pro-Saúde Ultrafino
Escova Dental Oral-B Pro-Saúde Ultrafino
Compre aqui

Tempos atrás você percebeu um pequeno sangramento na gengiva. Com a falta de tempo, ficou difícil ir ao dentista para saber o que era. Os dias se passaram e quando conseguiu comparecer a uma consulta para cuidar do seu sorriso, um problemão: o que era gengivite passou para periodontite - o estágio mais avançado da doença gengival. E agora, como fazer para reverter essa situação que se estendeu em seus dentes? O especialista no assunto Leonardo Costa revela as melhores formas de tratar essa complicação.

A evolução da doença gengival

Tudo se inicia com um pequeno incômodo na gengiva, acompanhado de inchaço, sangramento e alteração da textura. A gengivite, o começo de uma doença gengival, é um cenário preocupante, mas que pode ser reversível de maneira simples. "Com a remoção da placa bacteriana decorrente de uma boa higiene oral, profilaxia e raspagem do tártaro supragengival, se ele existir, realizadas pelo dentista", explica.

Por outro lado, se o paciente não tratar do problema ainda nessa fase, a doença evolui para a periodontite. "Caracterizada pela inflamação gengival e alterações da cor e textura e formação da bolsa periodontal, apresenta sangramento ao manipular o tecido, durante a escovação ou uso do fio dental". Além disso, os tecidos ficam menos resistentes, ocorre a perda da inserção da gengiva e do osso alveolar, podendo ter mobilidade dental, recessão gengival e formação de pus. Todo esse conjunto de fatores podem levar à perda de um ou mais dentes.

Não deixe chegar ao estágio mais preocupante da doença

Segundo o especialista, a periodontite é uma doença infecto-inflamatória onde ocorre a destruição dos tecidos de suporte e proteção do dente, o periodonto, que é formado pela gengiva, ligamento periodontal, osso alveolar e cemento radicular. Leonardo diz que a doença pode ser crônica, agressiva e necrosante, localizada ou generalizada. No último estágio, a gengiva pode retrair até 4 mm.

Como tratar a periodontite neste estágio?

A primeira atitude é o paciente procurar um periodontista para realizar o tratamento adequado. Leonardo resume as técnicas utilizadas pelo profissional. "Instrução de higiene oral, raspagem e alisamento radicular e, caso necessário, deve-se realizar cirurgias periodontais e tratamentos regenerativos". Mas é bom lembrar que um tratamento realizado não é sinônimo de boca saudável para sempre. O resultado só é significativo se houver manutenção dos cuidados, incluindo visitas regulares ao dentista para um check-up odontológico. “Se o paciente notar alguma alteração na gengiva deve procurar imediatamente o profissional para que o tratamento necessário seja realizado", conclui.