É muito importante que os pais comecem a cuidar desde cedo da higiene bucal dos filhos. Os primeiros anos de vida são essenciais para estabelecer esse momento como um hábito para a criança, que poderá levá-lo para o resto da vida. Quando chega a hora de ensinar os pequenos a realizar a escovação sozinhos, além de buscar tornar o momento divertido, e não uma obrigação chata, é preciso supervisionar com todo cuidado para evitar possíveis acidentes, que podem acabar provocando machucados na região bucal, em especial, na gengiva. Saiba como isso deve ser feito com dicas da dentista Beatriz Bussab!

Qual é a idade em que o pequeno pode começar a escovar os dentes sozinho?

A higiene bucal das crianças deve começar a ser feita desde o nascimento, e principalmente quando começam a surgir os primeiros dentinhos de leite. Nesse primeiro momento, mesmo ainda sem a arcada dentária completamente formada, os pais devem cuidar da limpeza dessa região. Com o passar dos anos, chega a hora de ensinar essa tarefa ao pequeno, que já pode começar a se tornar responsável por ela. Segundo a profissional, a criança pode começar a escovar os dentes sozinha a partir dos 8 anos de idade, mas sempre com a supervisão de um adulto. “Até os 10 anos, a criança ainda está desenvolvendo as suas funções motoras, portanto deve-se supervisionar para que haja uma boa higienização bucal”, explica ela.

Como evitar machucados na gengiva nesse momento de aprendizado?

Caso não seja realizada da maneira adequada, a escovação pode acabar ferindo a gengiva. Por isso a supervisão dos responsáveis é muito importante neste momento. “Para evitar machucados, devemos tomar cuidado com a escolha da escova e orientar sobre a força na escovação”, afirma a profissional. Para as crianças, a melhor escova de dentes são aquelas com cerdas macias e uniformes e cabeças pequenas. “Além disso, deve ter uma boa empunhadura para a criança conseguir segurar bem e assim realizar os movimentos”, alerta ela. Caso mesmo assim algum machucado aconteça durante a fase de orientação, é importante que os pais procurem um dentista para avaliar se o quadro apresenta algum risco e tratar, se necessário.

Saiba como orientar a criança na hora de ensiná-la a escovar os dentes

Ensinar a escovação deve ser um trabalho feito todos os dias pelos pais para que se torne um hábito para a criança. As consultas regulares ao dentista também funcionam como um momento de instrução. “A orientação deve ser realizada diariamente para uma higienização eficaz, frisando sempre o uso do fio dental primeiramente e, depois, a escovação”, recomenda Beatriz.

Esse momento de higiene pode ser visto pela criança como algo divertido, além de importante para sua saúde. “Para a fixação melhor dos movimentos, o dentista e os pais devem orientar sobre a escovação de forma descontraída”, diz ela. Primeiramente, devem ensinar a fazer movimentos circulares, no formato de “bolinha”, na superfície externa dos dentes superiores e inferiores, e depois movimentos de vai e vem, na superfície de oclusão dos dentes. “Em seguida, deve ser feito o movimento de vassourinha na região do dente voltada para língua, e por último escovar a língua”, lista ela.

Este artigo tem a contribuição do especialista:

Beatriz Bussab - Cirurgiã-dentista

Osasco - SP

CRO-SP 125369