A cárie é um dos problemas de saúde bucal mais recorrentes entre a população. No entanto, devido a alta recorrência, muitas vezes a doença é banalizada. Não recorrer ao tratamento adequado com um especialista pode trazer consequências bem sérias no futuro. Um exemplo disso é o surgimento de um abscesso dental no dente cariado. A dentista Camila Sodré explica o que é e as maneiras de prevenir-se desse quadro.

Entenda o que é um abscesso dental

O abscesso dental é um processo inflamatório que forma pus ao redor da ponta da raiz dos dentes, denominada como região periapical. “O abcesso dental é uma das complicações mais comuns na odontologia”, comenta a dentista. Os fatores causadores desse quadro podem ser agente físicos, químicos ou microbianos, como por exemplo um trauma dentário, a extrusão de materiais de canal e cárie, respectivamente.

De que maneira a cárie pode virar um abscesso dental?

Dentre os casos de abscesso dental, a maioria é causado pela cárie. “Com a instalação da cárie na estrutura dentária, ao longo do tempo se não for removida por meio de um dentista, ocorre a sua progressão”, explica a profissional. Quando a cárie não recebe o tratamento adequado, ela pode evoluir ao longo de alguns meses e atingir a polpa dentária, onde está a inervação do dente. Dessa maneira, a bactéria causadora da cárie infecta o local que pode vir a necrosar. Esse quadro é um grande causador de dor e de desenvolvimento rápido.

Nesse caso, qual tratamento devo fazer primeiro?

Para solucionar quadros como este é necessário realizar a drenagem do abscesso e a eliminação da causa. “Se o abcesso for agudo é provável que o tratamento tenha que ser o mais rápido possível”, ressalta Camila. Esse cuidado é de suma importância por conta da evolução rápida da inflamação. Além disso, pode ser preciso o uso de antibióticos nos casos de febre. O tratamento dependerá da origem da problema, que pode ser de dois tipos.
Como explica a odontologista, quando for proveniente do canal do dente é preciso retirar a cárie, se houver, tratar endodonticamente e drenar o abscesso. No caso periodontal, é preciso fazer a drenagem por meio de raspagem e irrigação. Vale lembrar que qualquer um desses tratamentos devem ser feitos por profissionais especializados.

Os cuidados necessários para prevenir-se

Para evitar o surgimento de um abscesso dental, o paciente precisa manter alguns cuidados por precaução. Durante a rotina, uma boa higienização é imprescindível para ficar livre do acúmulo de placa e evitar o aparecimento de uma cárie. Para completar, as visitas regulares ao dentistas, de seis em seis meses, devem ser obedecidas. Além disso, se o indivíduo sentir algum sintoma na região bucal, como incômodo, inchaço ou dor, deve procurar o dentista o quanto antes.