No mês de abril é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. Querendo ou não, é preciso colocar o assunto em discussão. O câncer de boca, apesar de não ser o tipo mais comum da doença, tem registrado 14 mil novos casos por ano no país de acordo com o Instituto Nacional do Câncer - Inca. O dentista é o profissional que pode te ajudar nesse momento, mas também é importante que o paciente aprenda a realizar o autoexame bucal. Você sabe como praticar?

Autoexame bucal não dói

Você tem um papel ativo na detecção de cancer bucal precoce através do autoexame. A estomatologista Dulce Helena Cabelho garante. "É simples, rápido, e deve ser feito em frente a um espelho com boa iluminação, podendo ser pela luz solar ou artificial". É importante que o paciente tenha condições de visualizar toda a boca. Escolha um local agradável e que possa fazer o autoexame com calma. Não se esqueça de praticar alguns cuidados higiênicos antes de começar todo o procedimento. "Depois de escolher um local apropriado, lave as mãos e higienize a boca escovando os dentes".

É preciso colocar a mão na massa

Muitas vezes, as pessoas costumam ignorar qualquer tipo de exame. Seja por medo ou por não se preocupar tanto com a saúde. Mas essa não é a melhor atitude a ser tomada. Qualquer tipo de exame tem o papel de prevenir ou identificar doenças, e o quanto antes detectá-las, haverá uma chance maior de cura. O autoexame pode ser considerado o primeiro passo para isso. Dulce ensina que é preciso literalmente colocar a mão na massa e explorar o universo bucal. "Busque por modificações em cor branca, vermelha ou enegrecida; por “feridas” persistentes que não apresentem sinais de cicatrização, caroços endurecidos e indolores". Mesmo que não exista sinal visível, é importante observar e apalpar toda a boca.

Ao sinal de uma anormalidade, procure seu dentista

"Se notar algo que provoque dúvidas, procure o estomatologista para uma consulta e orientações precisas", conclui a profissional. Lembre-se que a melhor cura é o diagnóstico e o tratamento precoce. Não deixe que essa preocupação tire seu sorriso do rosto.

Passo a passo do autoexame bucal:

1- Com o auxilio das mãos, olhe seus lábios superior e inferior por dentro e por fora, inclusive as gengivas.

2- Olhe o interior das bochechas, examinando também a garganta e o palato (céu da boca).

3- Observe a língua olhando por cima, por baixo, sem esquecer também das laterais.

4- Apalpe a pele do rosto e pescoço suavemente, procurando alguns sinais, como nódulos.

5- Sorria e se encontrar algum problema, marque uma consulta com seu dentista.