Sustentabilidade é um conceito que busca suprir as necessidades atuais para não afetar negativamente as gerações futuras. Isso pode ser feito a partir de vários fatores sociais, ambientais e por que não na sua higiene bucal? Economizar algumas atitudes durante a escovação, pode te ajudar a manter um sorriso mais saudável no futuro, com dentes brancos e livre de problemas, como a sensibilidade, fluorose e cárie dentária. O Sorrisologia separou algumas dicas bem legais para você refletir e praticar.

Economize na força da escovação

Existem muitos fatores que tornam a escovação mais eficiente. Uma escova com cerdas macias e creme dental com flúor são alguns deles. Ao contrário do que dizem por aí, o que importa mesmo é o jeito de como escovamos os dentes e não a força. Logo, é essencial economizar nesse estímulo. A higiene bucal feita bruscamente pode causar sensibilidade nos dentes e deslocamento na gengiva.

Escove seu sorriso de maneira bem suave e não se preocupe com os resíduos, pois os movimentos que darão conta de toda a limpeza. Se precisar de uma ajudinha para controlar seus músculos durante a higiene, adquira uma escova elétrica. Ela vem com sensores que avisam caso você esteja forçando demais, diminuindo a intensidade se necessário.

Fique atento à quantidade de creme dental

Muitos ainda têm dúvidas sobre a quantidade de creme dental a ser usada durante a escovação. Mas os dentistas informam que a porção recomendada para um adulto deve ser equivalente a um grão de ervilha. No caso das crianças, essa quantidade vai variando conforme o crescimento, mas no início deve ser bem pequena, como a metade de um grãozinho de arroz. Seja qual for a idade, é importante que o creme dental contenha flúor

Controle o seu tempo de escovação

Quanto tempo costuma levar a sua escovação? Você pode não saber, mas é importante que este ritual demore nada mais, nada menos que dois minutos. Muitas vezes, a falta de atenção nos leva para o modo automático e, por isso, não reparamos nos movimentos feitos e na duração da higiene bucal. Realizá-la assim, de maneira incorreta e mecânica, pode causar cárie, gengivite e doenças geradas pelo acúmulo de placa bacteriana. Reverta essa situação e tente focar por inteiro neste momento. A escova elétrica pode ajudar controlando o tempo e realizando os movimentos necessários.

E uma última recomendação: mantenha a torneira desligada enquanto executa a tarefa, deixando para abri-lá apenas quado for lavar a boca. Assim você também economiza água, combinado?