Um belo sorriso ajuda a levantar qualquer autoestima, mas estar com a saúde bucal em dia não se resume só a dentes brancos e sem cáries. Eles estarem bem alinhados evita uma série de problemas bucais bem sérios e melhora a nossa respiração. Se o seu sorriso não está assim tão certinho, pode ser hora de entrar em ação o aparelho ortodôntico. Muita gente ainda pensa "ah, sorriso metálico, não!", mas saiba que, além de essa ser apenas uma fase passageira, os benefícios do aparelho são enormes e vão garantir um sorriso muito mais bonito.

Pra que serve o aparelho ortodôntico

Quem já usou sabe que os aparelhos podem ser bem chatinhos e doloridos no início, enquanto ainda rola a fase de adaptação, mas são mesmo o melhor caminho para corrigir os dentes de forma rápida. "A ortodontia é a especialidade que busca a correção da arcada com o uso de aparelhos fixos ou móveis. O objetivo final é ter uma mordida equilibrada e um rosto harmonioso", afirma o ortodontista Marcello Damberg, 

Quem precisa usar

Você já deve ter ouvido a expressão “dente encavalado”. Sabe aquela pessoa espaçosa que quando senta no sofá quer ocupar o espaço de duas pessoas? Pois é, o dente encavalado é assim. Ele ocupa mais espaço na nossa boca do que deveria e nasce por cima de outro, que acaba sendo empurrado pra frente. A tal “falta de espaço” para acomodar todo mundo. O resultado são dentes tortos e projetados para a frente. Mas, às vezes, o problema pode ser o oposto, ou seja, tem espaço demais para pouco dente. "Espaços entre os dentes ou os superiores não encaixarem com os inferiores são alguns casos em que o aparelho é recomendado. Há também vezes que a arcada dentária da pessoa é pequena ou grande demais e isso pode afetar até o formato do rosto do paciente", explica o dentista.

Quanto mais cedo, melhor

O melhor momento para o uso de aparelho é ainda na infância, na faixa de 6 ou 7 anos. Mas já? Pois é, parece meio cedo, mas é nessa fase que as crianças estão trocando o dente de leite pelo permanente. É importante que os pais procurem sempre um dentista nessa hora, pois, se houver necessidade, é ele quem vai indicar o melhor para cada caso. Marcello contou também alguns dos artifícios usados para ajudar as crianças a encararem essa novidade numa boa. "Existem borrachinhas coloridas para os aparelhos fixos que são trocadas todo mês. Já os aparelhos móveis podem ser personalizados com nome, figurinhas de time de futebol e cores fluorescentes, tudo para tentar tornar divertido", concluiu.

Cuidados com o sorriso metálico

Quem usa aparelhos precisa ter cuidado redobrado, inclusive para não se machucar ou atrasar ainda mais o tratamento. E isso ninguém quer, né? "O paciente deve prestar muita atenção na escovação bucal. É importante usar uma escova interdental para alcançar os espaços entre o fio metálico e os dentes. Para aparelho móvel, é preciso também escová-lo com escova e creme dental", ressaltou Marcello.

Fique ligado!

Como muitas coisas na vida, novidades geram expectativa e, às vezes, pode rolar até um espanto. Com o aparelho não é diferente, mas fique tranquilo, que com as nossas dicas vai dar para lidar superbem com essa fase.

- Não roer as unhas.

- Deixe a curiosidade de lado e não fique mexendo no aparelho. Essa função é do dentista.

- Pirulito, chiclete, pipoca e amendoim não são as guloseimas mais indicadas. Eles grudam facilmente ou são muito duros e podem até acabar quebrando algumas partes do aparelho. Aí, já imaginou o trabalhão para consertar, né?