A Ortodontia está sempre dando um passo à frente na saúde bucal, pensando no conforto e estética dos pacientes que desejam mudar seus sorrisos para melhor. Uma prova disso são os aparelhos invisível e transparente. Estes acessórios não são novidades nos consultórios dentários, porém, as pessoas estão cada vez mais adeptas pelo efeito camuflagem que eles deixam nos dentes. Perfeito para quem quer aliar a estética com o tratamento. O especialista no assunto Caio Botta Martins explica as diferenças entre os dois modelos.

Aparelho invisível X aparelho transparente

Caio conta que nos congressos de Ortodontia a nova vertente de sucesso dos tratamentos é o aparelho invisível. "Uma pequena película transparente removível que o paciente utiliza para corrigir seus dentes desalinhados". Por ele ser removível, se torna um benefício extra para que o paciente tenha mais liberdade na hora de se alimentar, escovar os dentes e ir nos eventos sociais, mantendo o sorriso livre, sem a placa. "Mais modernos que os aparelhos fixos metálicos, o aparelho invisível veio como uma outra opção para quem não quer ter o famoso sorriso metálico durante o tratamento".

Já o tipo transparente é bem diferente quando se trata de estrutura e flexibilidade. "Esses são colados aos dentes, como os antigos aparelhos metálicos, diferentemente dos invisíveis que são removíveis". Por serem colados aos dentes, eles dão ao ortodontista um controle maior de seu uso pelo paciente. Apesar de ambas as distinções, os dois tipos precisam de total atenção e comprometimento de quem está usando para que o tratamento seja finalizado com sucesso.

Aparelho invisível é indicado para casos simples

A maior restrição em relação ao aparelho invisível é a facilidade da remoção. "Eles são mais fáceis de perder por crianças e adolescentes, o tratamento pode levar mais tempo para ser finalizado, dependendo da falta de colaboração do paciente e, principalmente, o custo mais elevado", atenta Caio. Além disso, esse acessório é indicado apenas em casos clínicos mais simples. "Pacientes adultos com problemas mais sérios de oclusão não poderão utilizar esses tipos de aparelho ainda, e deverão recorrer aos aparelhos fixos metálicos ou aos fixos transparentes".

Procure ajuda e veja o melhor tratamento para você

Quem vai decidir o melhor tipo de tratamento para você é o especialista no assunto, seu ortodontista. "Ele, e somente ele, tem a capacidade de colocar os prós e contras de cada tipo de aparelho e te indicar o melhor para o seu caso clínico. Então, confie nele", conclui. Independente de qual modelo for usado o maior benefício é a correção bucal que você terá ao aderir o tratamento. Não deixe também de cuidar do seu sorriso quando o acessório for colocado usando todo o seu kit de limpeza bucal para caprichar ainda mais e manter seu sorriso perfeito.