Você já ouviu por aí que adultos já estão “velhos” para cuidar de sua higiene bucal? Por mais que isso seja algo comum de se ouvir, a utilização do aparelho ortodôntico é indicada, na verdade, para pessoas de todas as faixas etárias. O aparelho dentário em adultos busca corrigir, sobretudo, o posicionamento dos dentes. Mas será que o resultado é o mesmo? O tempo de uso é maior do que em crianças e adolescentes? Quais cuidados se deve ter? Confira toda a explicação da ortodontista Andréia Cotrim.

O que é preciso para colocar um aparelho ortodôntico?

Para iniciar o tratamento ortodôntico em adultos é preciso, antes de tudo, de uma consulta com um ortodontista. Ele vai analisar o estado da arcada dentária, que é o fator mais importante a ser observado antes do uso dos aparelhos. “É importante a verificação da saúde periodontal (gengivas) e se os tecidos ósseos estão saudáveis, sem sinais de reabsorção óssea ou radicular”, esclarece a dentista.

Entenda qual é o seu caso

Segundo Andréia, o uso do aparelho ortodôntico para essa faixa etária é voltado tanto para casos de simples correção estética quanto para outros em que se encontra a má oclusão. Ou seja, quando a posição de mordida entre a arcada superior e inferior não se encontram dentro do padrão, podendo estar muito para frente ou para trás. Somente um profissional pode dar o diagnóstico correto e indicar o tratamento.

Qual a diferença entre o uso do aparelho por jovens e adultos?

Os aparelhos ortopédicos são aqueles usados na fase de crescimento de uma criança ou um adolescente. Nessas fases, esses aparelhos conseguem corrigir, se necessário, a base óssea do paciente. É no caso dos adultos em que se encontra a diferença: “Nos adultos, com o aparelho, só conseguimos corrigir o posicionamento dental. Se necessitarmos de uma correção das bases ósseas será necessário o tratamento associado à cirurgia ortognática”, explica a ortodontista. O resultado será o mesmo, apenas o procedimento é diferenciado.

O tempo de uso do aparelho é o mesmo?

Não! Essa é uma das maiores concepções falsas sobre o uso dos aparelhos dentários nos adultos. “O tempo de aparelho ortodôntico fixo acaba sendo sempre mais ou menos igual, uma vez que há uma sequência lógica de fios utilizados na maioria dos tratamentos ortodônticos”, explica ela. O que acontece é que, em alguns casos, há uma movimentação ortodôntica mais complexa que o normal. Mas essas situações dependem das respostas de cada organismos, o que não depende de idade.

Fique atento aos cuidados com seu aparelho dentário

Pacientes adultos devem fazer visitas regulares ao consultório de dentistas, especialmente nos casos de uso dos aparelhos dentários. Além disso, diariamente, é preciso manter os cuidados básicos buscando a boa higiene oral: escovar os dentes regularmente e passar fio dental sempre antes e depois de dormir e após as refeições. O ideal é procurar um profissional capacitado para que ele possa ajudar a fazer o tratamento direcionamento para o seu caso específico. Mas que a verdade seja dita: Nunca é tarde para o sorriso perfeito!

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Andréia Cotrim Ferreira - Ortodontista
São Paulo - SP
CRO-SP: 39000