Geralmente, as pessoas possuem grande preocupação com a estética de seus sorrisos. Por isso, procuram um dentista para fazer o tratamento odontológico. No entanto, alcançar um sorriso branco não depende apenas das técnicas de consultório, mas também do comprometimento do paciente. O escurecimento dos dentes não é exclusividade de fumantes ou de quem não tem uma escovação correta. Para mantê-los brancos, é necessário tomar alguns cuidados com alimentos no cardápio diário. O dentista Vinícius Barçal tira dúvidas sobre o consumo de açaí, um dos principais causadores de manchas.

Por que o açaí causa manchas nos dentes?

É comum perceber os dentes arroxeados logo após comer uma tigela de açaí. Isto porque essa fruta possui uma forte pigmentação de cor escura, o que favorece o escurecimento. Outros alimentos e bebidas como beterraba, chocolate e vinho, por exemplo, também possuem essa característica. O dentista explica que essas manchas nos dentes podem ser facilmente removidas, se for realizada uma escovação dos dentes logo após ingeri-lo e se a saúde bucal estiver em ordem.

Isso significa que açaí não pode mais ser consumido?

Assim como os outros exemplos de alimentos e bebidas citados, o açaí pode continuar sendo consumido. No entanto, é preciso tomar cuidado com a frequência da ingestão desses itens. Além disso, alimentos ácidos, o acúmulo de placa bacteriana e o aparecimento de cáries são fatores que deixam a superfície do dente (esmalte) mais porosa.“Dessa forma, os pigmentos dos alimentos penetram na parte interna do dente, chamada de dentina, escurecendo permanentemente os dentes”, explica Vinícius. Evitar o consumo de frutas críticas junto a estas comidas também é importante, pois elas podem causar uma potencialização do poder de escurecimento, já que possuem maior acidez.

Caso tenha feito clareamento dental, evite consumir açaí

Os pacientes que estão passando por tratamentos dentários, como o clareamento, são indicados a não consumir esses alimentos pigmentados. O açaí entra na lista das alimentos que devem ser cortados durante esse período. Esta indicação é feita, pois os microporos da superfície do dente ficam mais abertos no decorrer do clareamento dental. O procedimento necessita dessa abertura para que o gel clareador consiga penetrar na dentina e agir sobre as moléculas escuras de pigmentos no interior do dente. Dessa maneira, esses túbulos abertos também facilitam a entrada de pigmentos para a dentina, o que pode levar ao escurecimento do dente e atraso no clareamento. O aumento da porosidade dos dentes quando se está fazendo clareamento é um estado reversível. “A estrutura dental volta ao normal entre uma a duas semanas após terminar o tratamento”, ressalta o profissional.